Dimenstein: teste da maconha faz Joice Hasselmann ter ataque histérico

Joice Hasselmann diz que sou comunista; e se afirmasse que ela é maconheira?

Por: Gilberto Dimenstein Comunicar erro

Esse post acima mostra como a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) perdeu o controle com o teste de honestidade que lhe apliquei, usando como tema a maconha.

Como se vê, reagiu histericamente.

O teste é simples.

Joice Hasselmann garantiu num post que eu sou ativista comunista –o que, para mim, é uma ofensa, vai contra todos os meus valores.

Sou ativista pelos direitos humanos há décadas: não posso ser acusado de apoiar regimes que ataquem a liberdade.

Pedi então que provasse o que falou. Ou simplesmente se desculpasse.

Nem provou nem se desculpou.

Daí propus, em uma coluna, o teste da maconha.

Fiz esse texto abaixo, usando uma foto:

Suponhamos que eu escrevesse aqui de forma categórica: Joice Hasselmann é maconheira.

E ainda mostrasse essa foto acima, tentando dar um ar de verdade à acusação.

Mas sem apresentar uma única prova.

O que vocês diriam?

Diriam (e com razão) que sou um jornalista irresponsável –um pilantra profissional.

Crédito: LordHenriVoton/iStockJoice Hasselmann diz que sou comunista; e se afirmasse que ela é maconheira?

Suponhamos mais: ofendida (e com razão) Joice pedisse algum indício para sustentar minha acusação.

Não provo nada.

E, para completar, não desminto.

É exatamente essa atitude que a deputada está, neste momento, tendo comigo.

Ela me chamou de ativista comunista.

Tenho horror ao comunismo –como tenho horror a qualquer ditadura.

É uma negação de tudo o que defendo: democracia com economia de mercado, compensada com investimentos sociais.

Minha vida sempre foi defender direitos humanos.

Pedi a Joice que mostrasse um único indício de que sou comunista.

Não seria difícil achar: um artigo, por exemplo.

Apenas isso, um artigo.

Preferiu manter o que disse.

O que é uma pilantragem.

Até entendo que não é fácil pedir ética de uma jornalista condenada pelo conselho de ética do Sindicato do Paraná por ter plagiado dezenas de reportagens.

Ou que tenha sido condenada por usar clandestinamente a marca da Veja.

Mas posso garantir ser menos improvável Joice fumar maconha do que eu ser comunista.

Aliás, no caso dela até pode ter um uso medicinal.

Apenas a histeria ( ou déficit cognitivo) explica por que Joice não entendeu o texto.

Mas, revela como é duro ser acusado sem provas.

Por: Gilberto Dimenstein

Jornalista, educador e fundador da Catraca Livre.

1 / 8
1
05:04
Jornalista ‘canalha’ ensina interpretação de texto a Carlos Bolsonaro
Carlos Bolsonaro chamou jornalistas de ‘canalhas’, em novo post, no seu Twitter, nesta terça-feira, 10, após se justificar sobre seu …
2
03:50
Bolsonaro leva uma facada do seu filho Carlos no hospital
Enquanto começa a recuperação da cirurgia, Jair Bolsonaro vai ter que responder com urgência a facada que seu filho Carlos …
3
03:38
Aliança Bolsonaro, Edir Macedo e Silvio Santos vai acabar mal
A foto está em todos os lados: no jantar ontem no Palácio da Alvorada, Bolsonaro ao lado de Silvio Santos, …
4
02:40
A pornografia de Marcelo Crivella
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, mandou recolher todos os exemplares do gibi “Vingadores – A Cruzada das …
5
05:01
A paranoia de Bolsonaro com os seus aliados de governo
O presidente Jair Bolsonaro parece viver em um constante estado de alerta enquanto aguarda que algo ruim aconteça com o …
6
04:32
Um jeito provocativo de comemorar o Dia da Amazônia
O que você diria ao ver uma placa de vende-se em frente ao Parque Trianon, na Av. Paulista? O local …
7
03:44
Catraca Livre celebra em 7 de setembro o Dia dos Independentes
No dia 7 de Setembro, vamos comemorar o Dia dos Independentes com um show simbólico. Simbólico porque define o que …
8
03:32
A grande mentira por trás do ato de Bolsonaro sobre a Amazônia
O fundador da Catraca Livre, Gilberto Dimenstein, irá mostrar em seu comentário para o programa Filtro Dimenstein, a grande mentira …