Mais um erro de português de Carlos Bolsonaro vira piada na web

Por: Redação Comunicar erro

“Maior parte da imprensa tenta montar narrativa que somente o excelente Guedes presta no governo Bolsonaro.
Eles sabem que vai dar certo e apostam em rupturas para voltar a pleitear seus felpudos recursos públicos!
Tentam desde antes das eleições e não conseguirão! Conheço o modo!”, tuitou.

Esse ataque aos jornalistas virou mais um motivo de deboche nas redes sociais sobre a falta de habilidade de Carlos Bolsonaro com a língua portuguesa.

Felpudos não é sinônimo de polpudos.

Erros de português de Carlos já viraram rotina.

Recentemente, ele escreveu”

Vejo uma comunicação falha há meses da equipe do Presidente. Tenho literalmente me matado para tentar melhorar, mas como muitos, sou apenas mais um e não pleiteio e nem quero máquina na mão. É notório que perdemos oportunidades impares de reagir e mostrar seu bom trabalho.

“Literalmente me matado” significa que ele estaria morto.

Acabou virando piada

Diante dos comentários, sobrou para o educador Paulo Freire.

Já viraram rotina também os erros de português da família Bolsonaro.

“Quantos de nós pode andar na multidão com a cabeça erguida? Quantos já disseram: ‘Eu vencerei, do nada?'”, escreveu Bolsonaro.

Referia-se a um vídeo sobre um personagem, Roger Oliveira, que seria um exemplo de superação.

Já no ensino fundamental as crianças devem saber a concordância entre sujeito e verbo em uma sentença.

Logo, não é “pode”, mas “podem”.

Explicando melhor:

MÉTODO PRÁTICO. Para se descobrir o sujeito de uma oração pergunta-se quem? ou o que? antes do verbo. Ex.: Ernesto quebrou o vaso. Quem quebrou o vaso? Ernesto (sujeito) Ex.: O vaso foi quebrado por Ernesto. O que foi quebrado? O vaso (sujeito)

Não é a primeira vez.

Jair Bolsonaro usou uma notícia falsa para atacar o Estadão.

Ao longo do dia, foi-se descobrindo o tamanho do vexame de quem não se preocupa em checar a informação.

Até o site em que a notícia nasceu fez nota reconhecendo.

Os jornalistas independentes mostraram o erro presidencial.

Mas Bolsonaro viu nessas críticas uma conspiração de jornalistas.

Fez um post com um erro grosseiro de português – e, aí, deslizou na forma.

Além da construção desconexa das frases, ele usa a palavra “indentificadas”.

Outro atentado à língua foi cometido por Carlos Bolsonaro, que se imagina especialista em redes sociais.
Esse boneco abaixo foi chamado de um jeito estranho.

O nome seria, segundo ele, “boneco ventrículo”.

Quando, como sabemos, é “ventríloquo”.

Explica-se. Talvez por ser de Humanas, Carlos não estudou anatomia, quando poderia aprender a importância dos ventrículos para o bombeamento de sangue do coração.

Melhor, porém, do que seu irmão Eduardo que escreveu “posso” no lugar de “poço”.

O pai Jair fez um post com um erro grosseiro de português – e, aí, deslizou na forma.

Além da construção desconexa das frases, ele usa a palavra “indentificadas”.

1 / 8
1
03:23
Eduardo Bolsonaro será o embaixador mais caro da história do Brasil
Reportagem publicada na Folha de São Paulo nesta segunda-feira, 16, mostra que o esforço desesperado de Jair Bolsonaro para evitar …
2
05:04
Jornalista ‘canalha’ ensina interpretação de texto a Carlos Bolsonaro
Carlos Bolsonaro chamou jornalistas de ‘canalhas’, em novo post, no seu Twitter, nesta terça-feira, 10, após se justificar sobre seu …
3
03:50
Bolsonaro leva uma facada do seu filho Carlos no hospital
Enquanto começa a recuperação da cirurgia, Jair Bolsonaro vai ter que responder com urgência a facada que seu filho Carlos …
4
03:38
Aliança Bolsonaro, Edir Macedo e Silvio Santos vai acabar mal
A foto está em todos os lados: no jantar ontem no Palácio da Alvorada, Bolsonaro ao lado de Silvio Santos, …
5
02:40
A pornografia de Marcelo Crivella
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, mandou recolher todos os exemplares do gibi “Vingadores – A Cruzada das …
6
05:01
A paranoia de Bolsonaro com os seus aliados de governo
O presidente Jair Bolsonaro parece viver em um constante estado de alerta enquanto aguarda que algo ruim aconteça com o …
7
04:32
Um jeito provocativo de comemorar o Dia da Amazônia
O que você diria ao ver uma placa de vende-se em frente ao Parque Trianon, na Av. Paulista? O local …
8
03:44
Catraca Livre celebra em 7 de setembro o Dia dos Independentes
No dia 7 de Setembro, vamos comemorar o Dia dos Independentes com um show simbólico. Simbólico porque define o que …