Dica de som: as “Sobras” de Camila Garófalo

Cantora compartilha a audição da faixa que integrará seu disco de estreia

Por: Redação | Comunicar erro
Foto por  Vitor Jardim
Camila Garófalo já se apresentou em festivais independentes como a virada cultural “Se Vira Ribeirão” e o Festival “Fagulha de Artes”. Os shows continuam enquanto disco não é lançado.

O pessimismo de Nietszche transbordou e o que sobrou foram diversas verdades ao invés de apenas uma absoluta. Paulo Leminski transbordou e o que restou foi poesia atemporal. Kurt Cobain transbordou e o que sobrou foram álbuns essenciais como “Nevermind”. Camila Garófalo transbordou de si mesma e de seu excesso musical nasceu “Sombras e Sobras“, primeiro disco com previsão de lançamento para o início de 2014.

Filosofia, poesia e música. Elementos que já corriam pelas veias artísticas de Camila antes mesmo de se reconhecer como compositora. Aos 17 anos, mudou-se de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, para a capital do estado e dois anos depois criou “O Velho”, sua primeira música – que também integrará o álbum de estreia. Em meio ao caos urbano, absorveu novas influências, e vivências, que foram desde a formação como publicitária até o cargo de redatora na seção @Música no site que vos escreve: o Catraca Livre.

Ainda que musical e literalmente independente, Garófalo contou com a produção de Danilo Prates, o baixo, a guitarra e o teclado de Dustan Gallas (Céu, Cidadão Instigado) – além da mixagem -, com a bateria e percussão de Bruno Buarque (Céu, Karina Buhr, Anelis Assumpção) e o saxofone tenor de Thiago França (Metá Metá, Sambanzo, MarginalS) – surpresas estão por vir nas próximas faixas.

A gravação foi feita no estúdio Minduca em São Paulo – em maio de 2013 e a masterização no Estúdio El Rocha, por Fernando Sanches, em setembro do mesmo ano. Para quem quiser saber mais detalhes sobre a artista e o disco, curta a fanpage no Facebook.

Camila pediu licença às pautas para se tornar pauta e compartilhar com todos o single “Sobras”. Resta a você ouvir e “transbordar”.

Compartilhe:

1 / 8
1
02:35
Criatividade e Solidariedade: transformando a dor em beleza.
A vida do garoto Angelo Henry, morto em 2014, inspirou uma linda história de solidariedade que ressoará na vida de …
2
01:17
A mãe que reescreveu a história da sua filha
O que uma mãe não faz por seus filhos? A Alessandra, mãe da Naná, notou que às vezes havia uma certa …
3
02:47
Não existe nada por acaso
Um dos melhores intérpretes da MPB, Simoninha doou o seu talento à Orquestra Sinfônica Heliópolis em um show no Masp …
4
04:36
Brasileira cria aplicativo que promove a inclusão
"Brainy Mouse" é o nome do aplicativo que une criatividade, inclusão e tecnologia. Criado pela brasileira Ana Sarrizo esse jogo carrega …
5
04:17
Restaurante brasileiro é referência mundial de sustentabilidade
Sair para comer fora também pode ser um ato de resistência contra a destruição do planeta – e isso vale …
6
01:41
As camisas dos verdadeiros campeões
Você está vendo essa criança com camisa de futebol? Essa não é uma camisa comum, na realidade ela é uma …
7
01:47
Mestres da Criatividade: Grafites atropelam a intolerância
Um movimento de arte em favor do amor e contra a intolerância surgiu nas ruas de Berlim: Paint Back, promovido …
8
04:53
Como a passagem de um livro virou uma música sublime
Numa passagem da obra-prima "O tempo e o Vento", de Érico Veríssimo, a protagonista Ana Terra se encanta com sua …