CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Frase de “Posto Ipiranga” é interpretada como ameaça de demissão

Por: Redação

Até que ponto Paulo Guedes fica no Governo Federal?

E o que aconteceria se o “Paulo Guedes”, conhecido como o “Posto Ipiranga” de Jair Bolsonaro pedisse demissão?

Essas duas perguntas estão fazendo das especulações por causa de um discurso do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a reforma da Previdência durante a posse do novo presidente do Banco Central.

Sabemos que, sem reforma, na visão de Guedes, o Brasil quebra.

Guedes:

“Estamos num sistema [previdenciário] de repartição que quebrou. Faliu antes de a população envelhecer. Vocês querem trazer seus filhos para isso?”

Mais um trecho:

“Se der acima de R$ 1 trilhão [de economia, com a aprovação da reforma], eu digo que estamos numa geração de pessoas responsáveis e têm a coragem de assumir o compromisso de libertar filhos e netos de uma maldição previdenciária. Se botarem menos, eu vou dizer assim: ‘Eu vou sair daqui rápido, porque esse pessoal não é confiável. Não ajudam nem os filhos; então, o que será que vão fazer comigo?’”

O que chamou a atenção foi a frase sobre o que aconteceria se desidratarem a reforma da previdência “Eu vou sair daqui”.

A indireta aqui pareceu claro: sem a reforma, o Brasil – logo o governo – deixa de ser confiável.

Mais provável: a ameaça foi feita justamente para pressionar as bases do governo no Congresso

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.