Guru de Bolsonaro ganhava dinheiro para defender Odebrecht

Por: Redação

O jornal Valor Econômico revela que o guru de Bolsonaro, o filósofo Olavo de Carvalho, ganhou dinheiro para defender a Odebrecht, responsável pelo maior caso de corrupção de que se tem noticia não apenas no Brasil, mas no mundo.

O trabalho descrito pelo próprio Olavo:

Nos anos 90, contratado pela Odebrecht para escrever um relatório sobre as CPIs onde o PT cortava as cabeças de todos os seus adversários e brilhava como “partido da moralidade”, aconselhei aos diretores da empresa que combatessem de maneira frontal e corajosa aqueles que a difamavam.

Tirando o fato de defender uma empresa corruptora, não há nada de ilegal em prestar esse tipo de assessoria

Compartilhe: