Bolsonaro passa vexame com Fake News sobre Folha e WhatsApp

 

Ontem de manhã, Eduardo Bolsonaro passou vergonha ao compartilhar foto Fake News da ativista ambiental Greta Thunberg.

De noite, foi a vez de seu pai – o presidente – também passar vergonha, envolvendo WhatsApp, Folha e TSE.

Bolsonaro disse em sua live que a corte decidiu que “não houve disparo em massa no WhatsApp pelo candidato Jair Bolsonaro”.

Detalhe: Não houve, porém, qualquer decisão do TSE neste sentido.

Disse Bolsonaro:

“No ano passado, a Folha de S.Paulo, sempre a Folha, né!? Impressionante, tudo começa com a Folha. Fez uma matéria me acusando de disparar em massa WhatsApp, né, para fins eleitorais. A Folha publicou e o que o PT fez? Entrou com uma ação no TSE. E o que o TSE fez? apurou, está certo? E a decisão saiu hoje. Hoje o TSE decidiu: não houve disparo em massa pelo WhatsApp pelo candidato Jair Bolsonaro e ponto final. Então, houve o fake news da Folha. E depois deu trabalho ao TSE. Agora, tinha de ter uma punição para o PT. Tinha de ter uma punição para a Folha de S.Paulo. Não pode publicar as coisas. É comum acontecer isso daí.”

“Mais tarde no Twitter, Bolsonaro voltou ao assunto e disse que havia sido “absolvido” pelo TSE, outra informação que não procede.”

A “absolvição” do TSE foi data com destaque pelo site Terça Livre.