Jornalista acusa Antagonista de ter apoiado censura contra Folha

Por: Redação

Houve uma reação generalizada de jornalistas contra a censura do STF ao site Antagonista – a decisão foi revogada hoje.

A censura mereceu um duro editorial da Folha.

A jornalista Mônica Bergamo lembra, porém, que o Antagonista defendeu censura imposta pelo STF à Folha.

O site O Antagonista, que foi censurado pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), aplaudiu a censura à Folha em 2018, quando o ministro Luiz Fux proibiu o jornal de entrevistar Lula.

Na época, o site escreveu o seguinte: “Luiz Fux salvou a Folha de S.Paulo, impedindo que, às vésperas da disputa presidencial, suas páginas se transformassem em palanque para o chefe da Orcrim [organização criminosa]”.

O Antagonista ainda criticou a Folha: “Em vez de homenagear o ministro, o jornal acusou-o de ser um censor”.

Em setembro do ano passado, o ministro Fux suspendeu uma liminar concedida por Ricardo Lewandowski que autorizava a Folha a entrevistar Lula na prisão, em Curitiba.

Fux não apenas cassou a permissão como disse que, se a entrevista já tivesse sido realizada, sua divulgação estaria censurada, estabelecendo uma censura prévia que é expressamente proibida pela Constituição.

Compartilhe: