CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Traduzindo: filho de Bolsonaro declara guerra armada à Venezuela

Por: Redação

“Ninguém quer uma guerra, a guerra é ruim, haverá vidas perdidas e consequências colaterais, mas Maduro não vai sair do poder de maneira pacífica. De alguma maneira, vai ser necessário o uso da força, porque Maduro é um criminoso”. Disse Eduardo Bolsonaro.

Traduzindo o que Eduardo disse: declaração de guerra armada contra a Venezuela.
É assim que sua declaração será lida – e com razão – no país vizinho.
Já havia suspeitas de que, na conversa reservada com Donald Trump, Jair Bolsonaro tratou de uma intervenção militar.
Detalhe: Eduardo estava no encontro.
Agora, ele fala em depor o governo pelas armas.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.