O que você precisa saber sobre finanças para controlar sua grana

Saiba como cuidar da sua saúde financeira com essas dicas

Por: Redação

Muitas pessoas tendem a ter uma relação ruim com o próprio dinheiro, mas não é culpa inteiramente delas: as escolas em geral não ensinam as crianças noções básicas de finanças e, em casa, muitos pais não se sentem preparados para transmitir grandes lições sobre gastos, poupança e investimento para seus filhos. E justamente por falta de informação muitas pessoas acabam metendo os pés pelas mãos e transformando a vida financeira em um verdadeiro caos. Mas afinal qual é o segredo para ter saúde financeira? Saber e seguir os mandamentos abaixo é um grande passo. Confira:

Você precisa ganhar mais do que gasta

Essa é uma regra básica de sobrevivência: no final do mês, o dinheiro que entra deve ser maior que o dinheiro que sai da sua conta. Muitas pessoas, principalmente os jovens, gastam duas vezes o que ganham para manter um padrão de vida que desejam e aí está um dos maiores erros financeiros. Em longo prazo, essas pessoas são as que se veem atoladas em dívidas cada vez maiores.

Claro que financiamentos e utilização de cartão de crédito são muitas vezes necessários para adquirir um bem de maior valor, mas é preciso utilizar esses recursos com consciência. Antes de comprar alguma coisa, o consumidor precisa avaliar sua situação financeira, consultar os limites de seu crédito e evitar parcelar toda e qualquer compra.

Cartão de crédito só é aliado se bem usado

Cartão de crédito é um recurso interessante. Ele pode tanto trabalhar a seu favor como contra você, tudo depende da maneira como se faz uso dele. O maior problema com os cartões de crédito, porém, é que temos acesso antes de sabermos o suficiente sobre eles.

Um dos maiores erros que deve ser evitado a todo custo é pagar o valor mínimo de uma fatura. Ao fazer isso, o cliente entra no crédito rotativo do cartão. Com juros altíssimos, em poucos meses o saldo devedor se multiplica e supera facilmente o valor da fatura que havia sido parcelado inicialmente.

No mais, é importante não se iludir com a oferta de crédito e sair comprando tudo o que quer simplesmente porque não terá que pagar imediatamente. O susto com a chegada da fatura pode ser bem amargo. Fique sempre atento à sua planilha de controle financeiro.

Seguir um orçamento é o melhor jeito de organizar as finanças

O planejamento financeiro é algo que as pessoas amam ou odeiam, mas essa é a ferramenta ideal para organizar todas as suas despesas e receitas, tanto o que você já recebeu ou gastou quanto o que ainda está por vir – e dessa maneia evitar compras por impulso e descontrole.

Por exemplo, se você  faz um verdadeiro diagnóstico na sua vida financeira, observando onde você gasta mais durante o mês, você visualizará quais são as despesas que podem ser diminuídas ou até mesmo eliminadas para não comprometer sua receita.

Começar a investir mais cedo irá te ajudar a investir mais

Não importa o quanto você ganha, sempre é possível destinar uma porcentagem para o investimento. E quanto mais cedo você começar a fazer isso, mais dinheiro você terá. Isso graças a um aliado importante: os juros compostos, que nada mais são que juros sobre juros.  Os ganhos de cada período incidem sobre os ganhos anteriores, dessa forma, o valor dos juros acrescidos a cada período é sempre crescente.

Diversificar os investimentos evita eventuais prejuízos

Se você colocar todo seu dinheiro em um único tipo de aplicação, você enfrentará um grande risco de perder tudo caso a administradora quebre. É por isso que os especialistas recomendam diversificar os investimentos. Dessa maneira, se um deles tiver prejuízo em certo período, a rentabilidade dos demais ativos irá compensar aquela perda.

  • Quer aprender mais a controlar seu dinheiro, fazê-lo render e poder investir? O Banco Central oferece cursos gratuitos de finanças. Clique aqui para conhecer.

Compartilhe: