CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Até 2026, Enem será 100% digital, e transição já começa em 2020

Inep investirá R$ 20 milhões em projeto-piloto que será experimentado voluntariamente por 50 mil candidatos no ano que vem

Por: Redação

Até 2026, o Enem será 100% digital. A informação foi dada por Alexandre Lopes, presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Aníbio Teixeira), em entrevista coletiva realizada na manhã desta quarta (3) em Brasília.

O Enem será todo digital até 2026
Crédito: IStock/CasarsaGuruO Enem será todo digital até 2026

A digitalização do Exame Nacional do Ensino Médio será feita gradualmente. E começará em 2020 com um projeto-piloto, em que tanto as provas objetivas como a redação serão em formato digital.

Dele vão participar 50 mil candidatos de 15 capitais. São elas: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

Adesão opcional

A adesão ao projeto será opcional, por ordem de chegada no ato da inscrição – cujo valor será o mesmo para os que optarem pelo exame em papel. Em caso de problemas logísticos na aplicação digital, o participante poderá fazer a reaplicação.

ESCOLA DO FUTURO FAZ USO INTENSO DE TECNOLOGIA E ENVOLVE FAMÍLIAS

Em 2020, o Enem deverá ter três aplicações. Além das duas habituais, que serão em 1º e 8 de novembro, haverá a aplicação em formato digital, em dois dias de outubro (11 e 18). Em dezembro, acontecerão as reaplicações para os dois modelos.

Em 2021, o Enem digital segue como opcional, com duas provas digitais além da regular. Entre 2022 e 2025, será aumentada a quantidade de provas durante o ano, até chegar a quatro.

Em 2026, deixará de existir o Enem aplicado em papel. Nesse mesmo ano, o Enem para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL) também passará para o formato digital.

O Inep estima um custo de R$ 20 milhões para o projeto-piloto do Enem digital.

Com informações do G1

Leia também: Meninas são autoras de 42 das 55 redações do Enem

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.