Como ajudar seu filho a escolher um curso de graduação

O objetivo deste post é mostrar como inspirar sem pressionar seu adolescente na definição do melhor curso superior a seguir. Confira as dicas

Por: SEB (Sistema Educacional Brasileiro) | Comunicar erro

Escolher a profissão não é tarefa fácil. E ajudar os filhos nessa decisão pode ser ainda mais fácil. Em muitos casos, o nível de estresse pode ser comparado à aproximação da data do ENEM, só que não é você quem vai fazer a prova e, sim, sua menina ou menino.

Aquele mesmo, que outro dia precisava de sua ajuda para definir a roupa e amarrar os sapatos, agora está às portas do primeiro passo para a vida adulta: a escolha de uma profissão.

Não é momento para saudosismo! Você precisa ser forte para ajudá-lo nesse processo. Mas como fazer isso sem sufocar a liberdade do seu filho?

O objetivo deste post é mostrar como inspirar sem pressionar seu adolescente na definição do melhor curso superior a seguir. Para isso, vamos buscar um pouco de suas recordações e adicionar umas pitadas de contemporaneidade para ajudá-lo a se colocar no lugar de seu filho. Em seguida, apresentaremos algumas dicas para nortear o apoio necessário nesse momento em que é preciso escolher um curso.

Crédito: Getty ImagesPara escolher a carreira ideal, é importante saber das capacidades e potencialidades como também das dificuldades e fraquezas

Um passado não tão distante

Hormônios a flor da pele, espinhas e aquele desejo profundo de ser independente. Toda essa profusão de mudanças já aconteceu na sua vida. Você se lembra? Crescer, abandonar as coisas de criança para abraçar as responsabilidades do mundo adulto é, muitas vezes, um processo doloroso.

A vida não era fácil nas décadas de 80 e 90. Passamos por dificuldades e muitos se viram obrigados a queimar etapas, engolir a seco as ansiedades juvenis e ceder às pressões da família para seguir uma carreira que trouxesse mais dinheiro que felicidade.

Isso foi tão marcante, que fizemos uma promessa coletiva silenciosa de que nossos filhos seriam poupados. O problema é que o mundo não se transformou em um lugar mais simples de se viver!

“As crianças e os jovens aprendem a lidar com fatos lógicos, mas não sabem lidar com fracassos e falhas. Aprendem a resolver problemas matemáticos, mas não sabem resolver seus conflitos existenciais. São treinados para fazer cálculos e acertá-los, mas a vida é cheia de contradições”, constata o médico psiquiatra Augusto Cury em seu livro “Pais brilhantes, professores fascinantes”.

Estar diante de uma encruzilhada com estradas para todas as direções pode ser um momento assustador para quem sempre esteve acostumado a lidar com um mundo controlado e predeterminado. E, mesmo que seu filho não queira admitir, ele precisa do seu apoio para ajudá-lo a descobrir sua identidade e, assim, saber para aonde ir.  Confira mais sobre o assunto no portal  Novos Alunos. 

Compartilhe:

1 / 8
1
34s
Use “anexo” corretamente
Na hora de enviar um e-mail corporativo, você sabe como escrevê-lo corretamente?
2
34s
Senão ou se não?
Aprenda quando usar o "senão" ou "se não".
3
33s
Presente do Subjuntivo
Aprenda a usar corretamente o Presente do Subjuntivo.
4
30s
Onde ou Aonde?
Responda rápido: "Onde você quer ir jantar?" ou "Aonde você quer ir jantar?". Qual a resposta correta.
5
02:13
O estilista que ensina de crochê em penitenciária masculina
O projeto Ponto Firme, criado pelo estilista Gustavo Silvestre, tem como objetivo transformar a vida de detentos de uma penitenciária …
6
01:47
Como se apaixonar por Bach – Lição 10
Curso "Como se apaixonar por Bach", com o maestro e pianista João Carlos Martins.
7
01:48
Como se apaixonar por Bach – Lição 9
Curso "Como se apaixonar por Bach", com o maestro e pianista João Carlos Martins.
8
01:30
Como se apaixonar por Bach – Lição 8
Curso "Como se apaixonar por Bach", com o maestro e pianista João Carlos Martins.