Ferreira Gullar participa de bate-papo gratuito no Teatro Sérgio Cardoso

Por: Redação | Comunicar erro
Ferreira Gullar (divulgação)
Do alto de seus 84 anos, Ferreira Gullar participa de bate-papo gratuito na cidade

Antes de começar o Festival da Mantiqueira, um dos mais importantes do país no que diz respeito à literatura, o evento vai contar com um tipo de “esquenta” no Teatro Sérgio Cardoso. A edição deste ano celebra os 40 anos do “Poema Sujo“, um dos mais célebres da carreira de Ferreira Gullar. E para essa prévia, o próprio Gullar vai participar de um bate-papo na terça, dia 7 de abril 8 de abril a partir das 19h30, com entrada Catraca Livre.

O encontro, intitulado “Poema Sujo – 40 anos depois” será mediado pelo apresentador e jornalista Manuel da Costa Pinto. Gullar escreveu a obra em 1975, no período em que esteve exilado em Buenos Aires.

No ano seguinte, contrabandeado para o Brasil pelas mãos de Vinícius de Moraes, o poema foi publicado, tornando-se uma obra-prima da literatura universal.

Compartilhe:

1 / 8
1
01:46
Os erros de português mais absurdos do governo Bolsonaro
A língua portuguesa não é bem o forte da gestão Bolsonaro. Vários nomes importantes do governo já escorregaram no idioma …
2
30s
Onde ou Aonde?
Responda rápido: "Onde você quer ir jantar?" ou "Aonde você quer ir jantar?". Qual a resposta correta.
3
34s
Use “anexo” corretamente
Na hora de enviar um e-mail corporativo, você sabe como escrevê-lo corretamente?
4
34s
Senão ou se não?
Aprenda quando usar o "senão" ou "se não".
5
33s
Presente do Subjuntivo
Aprenda a usar corretamente o Presente do Subjuntivo.
6
02:13
O estilista que ensina de crochê em penitenciária masculina
O projeto Ponto Firme, criado pelo estilista Gustavo Silvestre, tem como objetivo transformar a vida de detentos de uma penitenciária …
7
01:47
Como se apaixonar por Bach – Lição 10
Curso "Como se apaixonar por Bach", com o maestro e pianista João Carlos Martins.
8
01:48
Como se apaixonar por Bach – Lição 9
Curso "Como se apaixonar por Bach", com o maestro e pianista João Carlos Martins.