Informar

Quais as vantagens de um currículo escolar diferenciado?

Aprendizado de idiomas, formação artística, teatral e musical, atividades físicas e grupos de debate enriquecem o currículo escolar

Por: Publi | Comunicar erro
...

O currículo escolar é, em linhas gerais, a distribuição dos conteúdos a serem estudados e das atividades a serem executadas pelos estudantes em todo o seu percurso pelo ensino básico. Isso inclui as matérias a serem ensinadas a cada período letivo, os tópicos que serão abordados, bem como as competências que o aluno deve dominar ao final de cada etapa.

O portal Novos Alunos, do SEB (Sistema Educacional Brasileiro), explica que a Constituição de 1988 já prevê a adoção do currículo escolar por todas as instituições de ensino do país — pelo menos no nível fundamental. Em 1996, surgiu a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, que estabeleceu uma série de Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), cujo objetivo é guiar a elaboração dos currículos das escolas no ensino fundamental e também no ensino médio.

Crédito: iStock/FatCameraAtividade física é uma alternativa para um currículo diferenciado

Mais tarde, em 2008, o Programa Currículo em Movimento incluiu parâmetros para o ensino infantil na Lei de Diretrizes e Bases. No caso específico da BNCC, seu processo de implementação contou com amplos debates e consultas à comunidade.

Vale ressaltar que as medidas unificadoras do Ministério da Educação (MEC) visam apenas garantir o ensino de conteúdos considerados essenciais nas escolas de todo o Brasil. Sendo assim, há ainda bastante espaço para que as instituições de ensino tragam inovações e conteúdos diferenciados em suas grades.

Entre essas diferenças, estão, por exemplo, o ensino bilíngue, a ênfase nas artes, as matérias eletivas, a formação pluricultural, a educação complementar e assim por diante — cada uma com suas vantagens específicas, claro. Confira abaixo outras vantagens de um currículo diferenciado:

  • Desenvolvimento cognitivo e psicológico
    As atividades e os conteúdos de um currículo diferenciado tendem a contribuir muito para a inteligência cognitiva e até emocional dos estudantes, já que estimulam capacidades que eles não usariam em outro contexto — nem no currículo tradicional. É o caso, por exemplo, do aprendizado de idiomas, da formação artística, teatral e musical, das atividades físicas, dos grupos de debate, entre outros.
  • Preparação para a vida profissional
    Em uma escola com currículo diferenciado, a intenção é promover uma formação mais completa que aquela contemplada pelo currículo tradicional. Dessa maneira, os estudantes podem adquirir, desde bem cedo, essas habilidades tão importantes que, mais tarde, serão exigidas — como desenvoltura para falar e escrever, flexibilidade, rapidez e pragmatismo na resolução de problemas e por aí vai.
  • Foco em interesses e talentos individuais
    Ao agregar conteúdos e atividades fora do padrão do aprendizado das crianças e adolescentes, o currículo diferenciado permite que os jovens descubram novas formas de se destacar e de explorar suas habilidades naturais, indo além dos limites impostos pela escola tradicional.
  • Melhora nas habilidades da criança
    O currículo escolar diferenciado permite que a criança tenha acesso a conteúdos diversificados e que vão além do conhecimento de disciplinas. As aulas são preparadas para que os alunos aprendam a partir da exploração e pensamento a respeito dos diversos tipos de fenômeno.
  • Autonomia e autocuidado
    Uma vez que o currículo escolar trabalha o autoconhecimento e distribui responsabilidades aos pequenos, ele está propiciando o crescimento da autonomia e do autocuidado da criança. Portanto, os alunos têm a oportunidade de aprender qual é a importância de realizar as suas próprias atividades, de cumprir com os seus deveres, de ajudar quem está ao seu redor e de tomar atitudes que beneficiem o seu bem-estar físico, mental e emocional, preservando a sua saúde.

Aulas bem planejadas, recheadas de tarefas teóricas e práticas e com atividades lúdicas e divertidas são capazes de despertar a vontade do aluno em querer saber cada vez mais sobre os assuntos discutidos em sala. Assim, o processo de aprendizagem ultrapassa os muros da instituição de ensino e se torna mais prazeroso.

Gostou do que leu até aqui? Confira o artigo completo no site Novos Aluno.

Compartilhe:

Museu de Anatomia Humana da USP exibe peças que ensina como o seu corpo funciona

Cereja Flor: O lugar das taças de sorvetes gigantes em São Paulo

Fondue taiwanês é a próxima delícia que você tem de provar

Médica tira dúvidas sobre anticoncepcional

Refugiados se tornaram microempreendedores em um lava-rápido em São Paulo