Últimas notícias:

Loading...

Ana Maria derruba argumento de Rodolffo sobre não ter informações

Em diversas oportunidades, o cantor sertanejo se disse "chucro" a respeito do assunto racismo, mas a apresentadora não passou pano, não

Por: Redação

No “Mais Você” desta quarta-feira, 7, Ana Maria Braga recebeu o último eliminado do BBB 21, Rodolffo, e mal começou o programa, a apresentadora já abordou o tema mais debatido na noite de ontem: a cena em que o cantor sertanejo fez um comentário racista sobre o cabelo de João e o discurso de Tiago Leifert.

Desde que o assunto foi levantado dentro do reality show, e mesmo após sua eliminação, Rodolffo tem dito que se considera o mais “chucro” da casa, o que tem menos informações sobre diversidade e preconceitos.

Ao rever a cena, Rodolffo disse que o próprio João na hora não havia se manifestado e não aparentou ter ficado chateado. “Mas hoje você entende que aquele seu comentário magoou muito a alma dele e as das pessoas a quem você está se dirigindo ao falar do black power?”, indagou a apresentadora. O sertanejo acenou que sim.

Depois, Ana Maria chegou a exibir o trecho do show feito por Ludmilla na casa do Big Brother Brasil  em que a cantora falou: “respeita o nosso funk, a nossa cor, o nosso cabelo”. “Você sentiu que aquele recado era para você?”, questionou. “Zero, Ana Maria”. “Jura, Rodolffo?”, insistiu a apresentadora. “Juro, não percebi a indireta”.

ana maria rodolffo
Crédito: Reprodução/TV GloboAna Maria Braga, com apenas uma pergunta, desmonta desculpa de Rodolffo por não saber sobre racismo

Foi aí que Ana Maria Braga foi cirúrgica em suas colocações. “Antes do BBB, você nunca tinha ouvido falar em racismo? Eu entendo que você já falou várias vezes que você é chucro. Eu tenho muitos amigos em Goiás, Mato Grosso, sou do interior também, sei que o povo do interior é simples. Mas hoje em dia nós temos um negócio aqui [Ana Maria pega um tablet] que permite que a gente passeie pelo mundo, passeie pelas coisas importantes que dizem respeito ao ser humano. Então eu não entendo, ainda, como você, me dizendo que é chucro… porque o pessoal de Goiás, não é todo mundo assim. Tem muita gente bem informada. O mundo mudou faz um tempo. Então, eu queria entender como você foi blindado dessas informações ao longo da sua vida. Você é um rapaz que canta, faz sucesso, tem milhões de seguidores, você já tinha sua arte colocada em campo. Você simplesmente passou batido desse problema mundial?”, perguntou.

Rodolffo respondeu: “Ana, eu destaco dois pontos: falha minha por nunca ter me aprofundado no assunto, e que a minha família por parte de pai também é negra, só que a leveza com que eles sempre levaram a cor da pele e o cabelo foi diferente lá em casa. Felizmente, meu pai nunca se sentiu incomodado com ataques e preconceitos”. A partir daí, o cantor passou a elogiar João, dizendo que sempre o considerou alguém importante dentro da casa.

Ana Maria: “A gente sabe disso. Eu só tô querendo entender como que você, que vem de uma família assim, você não tenha percebido que as pessoas, no mundo de hoje, tenham uma luta de muitos anos, para direitos iguais, né?! Tem aí uma série de meios de comunicação que falam disso, independente se seu pai ou sua família externaram ou não algum preconceito a você. Mas o mundo está aí falando sobre isso. Você não ter percebido isso desde o começo do jogo, quando tinha um grupo de pessoas pretas que estavam concorrendo ao prêmio…”

Rodolffo: “Sim. Ana, novamente eu digo: falha minha mesmo por não ter pesquisado. É uma obrigação minha e de todo mundo, eu pretendo aprofundar para adquirir mais conhecimento de forma mais rápida. O mundo precisa aprender com relação a coisas que magoam e machucam…”

Ana: “É respeitar a diversidade seja ela qual for.”