Após pagar fiança milionária, Ronaldinho e irmão vão a prisão domiciliar

Os irmãos pagaram mais de R$ 8 milhões para cumprirem a prisão preventiva em um hotel de luxo de Assunção

Por: Redação

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e seu irmão Assis conseguiram nesta terça-feira, 7, a mudança de regime para prisão domiciliar. Presos há pouco mais de um mês, os irmãos pagaram mais de R$ 8 milhões para cumprirem a prisão preventiva em um hotel de luxo de Assunção, capital do Paraguai.

Crédito: Reprodução/InstagramRonaldinho Gaúcho e o irmão pagaram mais de R$ 8 milhões para cumprirem a prisão preventiva em um hotel

De acordo com a imprensa paraguaia, Ronaldinho e Assis irão ficar em quartos separados e sob monitoramento policial constante.

O dinheiro para o pagamento da fiança, no valor de US$ 1,6 milhão (R$ 8,35 milhões), saiu de uma conta do próprio Ronaldinho.

Os promotores paraguaios dizem que, apesar da decisão, a investigação sobre a participação da dupla em outros crimes seguirá.

Ronaldinho e Assis foram presos no dia 6 de março sob acusação de terem usado passaportes falsos para ingressar no país.