Últimas notícias:

Loading...

BBB 21: Sarah diz que seguia Bolsonaro, gera polêmica e divide web

A sister conversava com Fiuk, Thaís e Lumena sobre os vazamentos dos participantes antes do programa

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Durante conversa com Fiuk, Lumena e Thaís, na madrugada desta segunda-feira, 1º, Sarah contou que seguia o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) antes de entrar no Big Brother Brasil 21 (BBB 21). A declaração da sister gerou polêmica na internet e dividiu a web.

Crédito: Reprodução/TVGlobo e Agência BrasilBBB 21: Sarah diz que seguia Bolsonaro, gera polêmica e divide web

O assunto em pauta entre os brothers eram os vazamentos dos participantes antes do programa estrear, quando Thaís disse que uma das meninas que entraria no grupo Pipoca não entrou porque seguia Bolsonaro nas redes sociais. Em seguida, a “espiã infiltrada” confirmou a história e admitiu que seguia o presidente antes de entrar no reality da TV Globo.

“Uma menina, eles acharam o Instagram dela e cancelaram a menina porque ela seguia o Bolsonaro. Ela não entrou”, contou Thaís. “Tanto aconteceu isso, que eu seguia ele e parei de seguir. Não vou mentir. Eu gostava de ver o que era postado. Aí, eu vi e: ‘Ui! Vou parar de seguir”, afirmou a brasiliense.

Na internet, a declaração de Sarah gerou polêmica. Houve quem a defendesse, quem a criticasse. Além disso, internautas também questionaram o silêncio de Lumena durante o papo.

“Impressionante o silêncio inoportuno de Lumena em momentos cruciais do jogo: quando uma pessoa diz que estudante é bandido, quando outra diz naturalmente que seguia Bolsonaro… agora quando viu 2 homens se beijando deu um show. Militância pra que te quero?”, escreveu Dilma Bolada.

“O mais doido do malabarismo que fazem pra defender Sarah é que tão insistindo que ela seguia Bolsonaro só pra ver o que era postado, mas além disso ela CURTIA o que era postado. Eu guardo meus panos viu”, escreveu um internauta.

“Eu sinceramente não me importo se a Sarah votou no Bolsonaro porque ela teve atitudes muito melhores do que uma penca ali dentro que tinha votado do Haddad”, escreveu uma internauta.

“Eu não sigo o Bolsonaro, mas convenhamos que não é nenhum absurdo um cidadão brasileiro seguir seu presidente. Talvez a Sarah seja bolsominia. Talvez não. Seguir no Instagram não é resposta para essa dúvida”, escreveu o jornalista esportivo Demétrio Vecchioli.

Confira a repercussão: