Últimas notícias:

Loading...

Governo Bolsonaro lamenta morte de Marília Mendonça

Em nota, a Secretaria de Cultura disse que a cantora "deixou um legado para música regional brasileira"

Por: Redação

Durante a noite desta sexta-feira, 5, a Secretaria de Cultura do governo de Jair Bolsonaro também lamentou a morte da cantora Marília Mendonça. Em nota, a pasta diz que ela “deixa um legado”.

Governo Bolsonaro lamenta morte de Marília Mendonça
Crédito: Reprodução/Instagram @mariliamendoncacantoraGoverno Bolsonaro lamenta morte de Marília Mendonça

“Marília Mendonça deixa um legado para a música regional brasileira e cultura do Brasil. Certamente não será esquecida. Nossos sentimentos aos familiares e amigos. Descanse em paz, ‘cantora do mundo’ #EquipeSecult”, diz a nota publicada nas redes sociais.

Durante a pandemia de Covid-19, o governo foi duramente criticado por não ter falado sobre as morte dos artistas decorrente à doença. Na época, a então secretária Regina Duarte diminuiu o fato em uma entrevista em maio de 2020, dizendo que não queria fazer um “obituário”.

Marília Mendonça, era nacionalmente conhecida por suas canções de sofrência. A cantora de 26 anos era uma das maiores vozes da música brasileira da atualidade.

A artista foi uma das vítimas fatais no acidente de avião que caiu em uma serra em Piedade de Caratinga, em Minas Gerais. Marília havia marcado um show marcado para a noite desta sexta-feira, 5, em Caratinga, aproximadamente a 12 quilômetros do local que aconteceu o acidente.

Compartilhe:

Tags: #Famosos