Últimas notícias:

Loading...

Internautas acusam Record de racismo ao associar Beyoncé a ‘magia negra’

A matéria foi exibida no programa "Fala que Eu te Escuto"

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Nesta quarta-feira, 6, internautas subiram a hashtag #RecordRacista depois que o canal associou a cantora Beyoncé a magia negra. Entre os assuntos mais comentados do Twitter, o caso ocorreu no programa religioso Fala Que Eu Te Escuto, que no momento falava sobre bruxaria e magia negra. Ainda no vídeo, uma acusação feita pela ex-baterista da cantora, Kimberly Thompson, é utilizada como exemplo para falar sobre o tema, apresentado no conteúdo como uma prática sobrenatural que causa mal às pessoas.

Internautas acusam Record de racismo ao associar Beyonce a 'magia negra'
Crédito: DivulgaçãoInternautas acusam Record de racismo ao associar Beyonce a ‘magia negra’

Cenas de Black Is King, filme em que Beyoncé exalta a cultura negra e afrofuturismo, produzido para o serviço de streaming Disney, aparecem no material editado pela emissora. O caso revivido pela matéria da Record aconteceu em 2019, quando a baterista foi à justiça norte-americana afirmando que Beyoncé praticou bruxaria e magia negra contra ela.

Por mais que a acusação tenha acontecido de fato, o que os fãs e admiradores que se manifestaram nas redes sociais apontam como problemático a escolha de Beyoncé para ilustrar a reportagem, com cenas que fazem alusão a religiões de matriz africana, que são alvos constantes de preconceito e até perseguição, e até, tratadas como bruxaria e magia negra. Vale ressaltar que o termo “magia negra” também é problemático, já que a palavra “negra” está com sentido pejorativo.

Compartilhe: