Últimas notícias:

Loading...

Jogadores do PSG e Istanbul acusam árbitro de racismo e deixam o campo

"Você nunca diz 'esse cara branco', você diz 'esse cara'. Então por que você está mencionando 'cara preto'?", questionou um dos jogadores revoltado

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Os jogadores do Paris Saint-Germain (PSG) e Istanbul Basaksehir, da Turquia, deixaram o campo nesta terça-feira, 8, durante o primeiro tempo de uma partida da Liga dos Campeões como protesto a um ato racista do 4º árbitro do jogo, Sebastian Coltescu.

Jogo da Liga dos Campeões
Crédito: ReproduçãoJogadores do PSG e Istabul acusam árbitro de racismo e deixam o campo

Os atletas dos dois times ficaram revoltados após o 4ª arbitro do jogo se dirigir a um membro da equipe turca de maneira preconceituosa. Os 22 jogadores decidiram, em conjunto, deixar o campo como protesto. A Uefa definiu que a partida está suspensa.

Aos 14 minutos do primeiro tempo, o romeno Sebastian Coltescu, ofendeu o camaronês Pierre Webó, que é ex-atacante e atua como assistente técnico da equipe turca. Revoltado com o tratamento que recebeu, Webó reclamou e acabou expulso. Jogadores do Istanbul reclamaram da punição.

Segundo relato de jornalistas, Sebastian Coltescu chamou o juiz principal, Ovidiu Hategan, e pediu punição a Pierre Webó pelas reclamações. “Aquele preto ali. Vá lá e verifique quem é. Aquele preto ali. Não dá para agir assim”, afirmou o 4º árbitro ao se referir ao camaronês da comissão técnica do Istanbul.

Webó se revoltou e questionou Coltescu por várias vezes: “O que você falou? Por que você falou preto?”. O árbitro principal, Ovidiu Hategan, se aproximou e deu um cartão vermelho em direção ao camaronês. A partir daí, a revolta  ficou maior.

Dirigentes das duas equipes foram ao gramado para entender a situação e prontamente, os jogadores do Istanbul Basaksehir se mobilizaram contra a postura de Coltescu e foram apoiados pelos atletas do PSG.

Quem liderou o movimento foi o atacante senegalês Demba Ba. A transmissão da partida mostrou o diálogo entre Demba Ba com o quarto árbitro: “Você nunca diz ‘esse cara branco’, você diz ‘esse cara’. Então por que você está mencionando ‘cara preto’? Você tem que dizer ‘esse cara’. Por quê?!”, disse o jogador revoltado.

Ainda pela transmissão oficial da partida foi possível ver os atacantes Mbappé e Neymar dizendo para o juiz Ovidiu Hategan que não voltariam para o jogo, caso o quarto árbitro Sebastian Coltescu continuasse em campo.

“Não vamos jogar. Não podemos jogar. Com esse cara (quarto árbitro) aqui, não vamos jogar”, disse Mbappé.

Os jogadores queriam que o árbitro saísse da partida para que ela continuasse. Segundo a Uefa, não havia substituto. Diante do impasse, a partida foi suspensa.