EM ALTA

Jornalista da GloboNews se revolta e detona Mourão: ‘Continua matando’

Aline Midlej não engoliu o discurso do vice-presidente de que 'não há racismo no Brasil'

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A jornalista âncora da GloboNews, Aline Midlej, detonou o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) após ele comentar sobre o assassinato de João Alberto, o homem negro que foi espancado até a morte por seguranças de uma loja do Carrefour, em Porto Alegre, nesta quinta-feira, 19, véspera do Dia da Consciência Negra. A Apresentadora apontou que declarações como a do vice de Jair Bolsonaro alimentam o racismo.

Jornalista da GloboNews  Mourão
Crédito: Reprodução/TVGlobo e Agência BrasilJornalista da GloboNews se revolta e detona Mourão: ‘Continua matando’

Vizinho do homem negro assassinado no Carrefour conta detalhes do crime

Mourão afirmou, nesta sexta-feira, 20 que não existe racismo no Brasil. “Digo com toda a tranquilidade: não existe racismo no Brasil. É uma coisa que querem importar, mas aqui não existe”, afirmou Mourão. “Aqui, o que você pode dizer é que existe desigualdade. Temos uma brutal desigualdade fruto de uma série de problemas”, acrescentou.

A fala de Mourão no Dia Nacional da Consciência Negra aconteceu após o caso de um homem negro vítima de espancamento seguido de morte por um segurança e um PM fora de serviço no Carrefour, em Porto Alegre.

Tico Santa Cruz anuncia retirada de produtos do Carrefour e web pede mais

A jornalista da GloboNews usou sua conta no Twitter para rebater Mourão e apontar a realidade. “Não consigo localizar de onde vem tanta tranquilidade para o Hamilton Mourão conseguir dizer que não existe racismo no Brasil. Mas consigo, com tranquilidade, dizer que é de falas como essa que ele se alimenta e continua matando. Todos os dias. Sim, aqui, vice-presidente”. disse Aline Midlej.