Últimas notícias:

Loading...

Regina Duarte critica Carnaval 2022 depois de isolamento social

Atriz ainda assumiu o comando da Cinemateca Brasileira

Por: Redação

Ex-secretária especial de Cultura do governo Bolsonaro, Regina Duarte criticou a realização do Carnaval em 2022, depois das medidas de isolamento adotadas para salvar vidas durante a pandemia do novo coronavírus.

“Fecharam escolas, não deixaram você velar os seus entres queridos, te proibiram de trabalhar, de ira à igreja, de viajar, fazer atividade física e fazer confraternizações com a tua família. Te proibiram de viver! E agora querem festejar o Carnaval? Vai vendo Brasil, vai vendo”, diz texto.

“Isolados naquele ‘fique em casa’ maligno, privados da maior arma de defesa da nossa imunidade, ou seja, o SOL, a nossa vitamina D gratuita… complexo, né? E a Economia, agora, quem assume?”, questionou a atriz no Instagram.

Na manhã do dia 20 de maio de 2020, Regina Duarte deixou a secretaria de Cultura com a promessa de comandar a Cinemateca Brasileira.

Na mesma noite em que o acervo da Cinemateca Brasileira era destruído pelas chamas em São Paulo, Regina Duarte, aguardava a formalização para presidir a Cinemateca — mais de um ano depois de ser demitida de uma gestão relâmpago na pasta da Cultura.

Na ocasião do incêndio, a atriz estava em um spa de luxo de Gramado, no Rio Grande do Sul, curtindo o friozinho da região.

Crédito: Reprodução/InstagramRegina Duarte curte spa à espera da nomeação para Cinemateca. Agora vai ter pouco a gerir

Em pouco mais de dois meses à frente da Secretaria de Cultura, Regina Duarte protagonizou diversos embates e situações embaraçosas. A mais memorável de todas foi quando demonstrou estar absolutamente alinhada ideologicamente com Bolsonaro em uma entrevista à CNN, na qual debochou dos mortos do coronavírus e minimizou os efeitos da ditadura no Brasil.

Antes de dispensar a atriz, Bolsonaro compartilhou um vídeo do ator Mario Frias em que a troca ficava clara.

Assista ao vídeo:

Compartilhe: