Sandy desmonta imagem de perfeitinha

A cantora disse que já sofreu com bebedeira em festa de família

Por: Redação

Durante muito tempo, a cantora Sandy foi sinônimo de menina tipo perfeitinha: ótima aluna, longe dos exageros do mundo artístico.

Mas, nos últimos tempos, ela tem de sido cada vez mais transparente, desmontando essa imagem.

Em entrevista à revista “Playboy” em 2011, ela falou sobre vários temas:

Sobre clube de swing: “Já tive vontade de ver. Confesso que até agora só não fui fora do Brasil porque tenho medo de encontrar brasileiros e eles saírem falando. Acho que eu não participaria. Principalmente pelo ciúme de ver meu marido com alguém.”

Sex shop: “Já fui em sex shop. Acho legal ir. De vez em quando dá curiosidade. Já comprei algumas coisinhas. Mas não vou dizer o quê.”

Lingerie: “Tenho tudo quanto é lingerie que vocês podem pensar. Compro mais quando estou viajando, porque tenho tempo e mais privacidade.”

Striptease: “Eu sou boa em striptease. “Whatever Lola wants”, de Ella Fitzgerald é uma música perfeita para isso.”

Filme pornô: “Já vi. Tem momentos em que é bem adequado. Acho que os filmes pornográficos poderiam ter menos historinha e ir direto ao assunto.”

Masturbação: “É completamente válido. Temos de conhecer o nosso corpo antes de querer que os nossos parceiros conheçam!”

Sexo anal: “Falando de uma forma geral, eu acho que é possível ter prazer anal, sim, porque é fisiológico. Não é todo mundo. Deve ser a minoria que gosta. Não vou dizer se faço.”

Sandy

Neste ano, em conversa para o canal Hotel Mazzafera, ela contou algumas situações engraçadas que já viveu.

Ela disse, por exemplo, que nunca levou um fora de ninguém. “Mas também só investi quando via que ia dar jogo, né?”, respondeu ela.

Além disso, ela falou se já passou mal por causa da bebedeira ou não.

“Nossa, bebi até passar mal sete vezes. Vomitei sete vezes. Eu contei. O vaso foi meu melhor amigo naquela noite. Eu estava na fazenda, com família, entre amigos, minha melhor amiga estava comigo e ela ficou acordada quase a noite inteira me vigiando”, disse ela.

Outro momento foi quando ela falou de multas de trânsito, assumindo que já foi autuada por excesso de velocidade.

“Eu gosto de dirigir rápido.” Ela falou também que na cidade até respeita o limite e que o problema é na estrada. “Mas não sigam este exemplo”, afirmou.

Confira a conversa completa:

  • Leia mais:

Compartilhe: