Uma Thurman publica vídeo de acidente no set de Kill Bill

Por: Redação | Comunicar erro
Tags: #filme
Crédito: Rya/Invision/AP/REX/ShutterstockCannes, 2014

Uma Thurman acusou Quentin Tarantino por ter obrigado a atriz a dirigir um carro em condições ruins e ter provocado um acidente durante as gravações de Kill Bill. A declaração foi feita ao jornal The New York Times e o vídeo publicado, ontem, 05, no Instagram da atriz.

Há três dias, a artista falou pela primeira vez sobre as gravações, o assédio sexual de Harvey Weinstein — que vem sendo acusado por diversas atrizes em Hollywood — e qual foi de fato o motivo do rompimento da parceria com Tarantino.

Ela confirmou ter sofrido lesões permanentes no pescoço e nos joelhos. Na época, foi impedida de entrar com um processo contra os produtores e o diretor.

Durante a gravação das cenas, o diretor, insistiu para que a atriz a dirigisse um carro em alta velocidade. No seu perfil ela relata e reforça que o fato é indesculpável.

Publico esse vídeo para deixar registrado junto com a matéria do New York Times, de Maureen Dowd. As circunstâncias deste evento foram negligentes num nível criminal. Mas não acredito que houve uma intenção maliciosa. Quentin Tarantino se arrependeu muito e continua com remorso sobre esse incidente e me deu essa filmagem anos depois para que eu pudesse expô-la, mesmo que provavelmente nunca se faça justiça quanto a este caso.”

Ela ainda ressaltou que Tarantino sabia  sobre a divulgação, e que inclusive cedeu o vídeo para que ela publicasse nas redes.

“Ele também fez isso com completo conhecimento de que isso poderia feri-lo e tenho orgulho por sua coragem e por ele tem feito a coisa certa. O ACOBERTAMENTO do fato é IMPERDOÁVEL. Lawrence Bender, E. Bennett Walsh e o notável Harvey Weinstein são solenemente responsáveis. Eles mentiram, destruíram provas e continuam a mentir sobre o dano permanente que eles causaram e, então, decidiram suprimi-las. O acobertamento foi feito com intenção maliciosa e que eles tenham vergonha disso por toda a eternidade, contou.

Ao site Deadline, Tarantino, disse que este é um dos seus maiores erros. Ele dirigiu Uma em duas produções de Kill Bill, além Pulp Fiction.

“Eu sou culpado, por colocá-la nesse carro, mas não pelo jeito que as pessoas estão dizendo que eu sou culpado disso. É o maior arrependimento da minha vida.”

Ele ainda registrou que realmente sabia da vontade de Thurman em esclarecer o fato e cedeu a filmagem para que ela fosse finalmente publicada .

“Uma e eu falamos sobre isso, por um longo período de tempo, decidindo como ela iria fazê-la. Ela queria uma clareza sobre o que aconteceu naquele acidente de carro, depois de todos esses anos. Ela perguntou, eu poderia pegar a filmagem? Eu tinha que achar isso, 15 anos depois. Tivemos que passar por instalações de armazenamento, retirando caixas. Shannon McIntosh encontrou. Não podia acreditar. Não pensei que seríamos capazes de encontrá-lo. Estava claro e mostrou o acidente e as conseqüências.”

Compartilhe: