Últimas notícias:

Loading...

Vídeo: Fábio Porchat chama Bolsonaro de ‘débil mental’ e ‘besta absoluta’

"A tática não é dar palco para esse maluco, o maluco já está no palco e tem 37% de aprovação. A razão não explica mais o presidente em exercício", disse

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Nesta última segunda-feira, 21, foi ao ar a entrevista com o apresentador e ator Fábio Porchat, no Roda Vida da TV Cultura. Durante a conversa, o comediante foi questionado sobre o cenário político atual e em uma de suas respostas, ele disse que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é um “débil mental”, uma “besta absoluta” e que é “completamente inapto para o cargo”.

Fábio Porchat chama Bolsonaro de 'débil mental' e 'besta absoluta'
Crédito: Reprodução/TV CulturaFábio Porchat chama Bolsonaro de ‘débil mental’ e ‘besta absoluta’

A escritora, roteirista e apresentadora Rosana Hermann pergunta a Porchat se as pessoas devem ou não expor os malucos, principalmente oriundos das redes sociais. “A gente deve alimentar ‘trools’? Mas se a gente trouxer o louco pro destaque e dizer: ‘Olha que absurdo’, também ninguém vê que é absurdo. As vezes, a gente consegue algumas lutas mostrando alguns absurdos”, disse ela.

Fábio Porchat então responde que se uma pessoa anônima comenta sobre não tomar a vacina porque tem medo de virar jacaré, é apenas uma pessoa sem relevância dizendo isso. “O problema é que quando esse imbecil maluco é o presidente, não dá pra ignorar. Porém, eu acho que a gente está na luta errada. Não há mais nada que o Bolsonaro possa fazer ou falar pra provar que ele é um débil mental, que ele é uma besta absoluta, completamente inapto pro cargo, em todos os sentidos. Ele mesmo já falou que ele não sabe as coisas, então não sou mais eu que estou falando, é o próprio Bolsonaro. Tudo ele faz de errado!”, exclama.

O ator do Porta dos Fundos ainda disse que as pessoas precisam mudar a chamativa ao Jair Bolsonaro, fazendo dele menos uma pessoa comum e sim com o cargo público mais importante do país. “A gente não tem mais que falar Bolsonaro, tem que falar presidente, pra dizer que ele é não é uma pessoa, ele é um cargo, ele está presidente, e é o presidente que está falando isso”, explica.

“A gente tem que reconfigurar a narrativa. A tática não é dar palco para esse maluco, o maluco já está no palco e tem 37% de aprovação. A razão não explica mais o presidente em exercício”, finaliza o assunto.

Em um outro momento da entrevista, Porchat fala que o governo se apropria do fato de que a população está vulnerável.

Quando vem uma mente diabólica do mal para controlar essas pessoas, ele consegue pegar essa massa de manobra que é a nossa população, que sou eu, que é você, com a maioria de uma população pouco instruída. Então as pessoas estão muito carentes, elas precisam de qualquer coisa. E se qualquer coisa for a vacina que vai transformar em jacaré, então tá bom”, disse.

Assista ao trecho da entrevista

Compartilhe:

Tags: #Famosos #TV