Equilibre-se
Equilibre-se
Equilibre-se
logo

Equilibre-se

Olho tremendo é sintoma de estresse? Descubra

Tremor nas pálpebras é chamado de mioclonia ou mioquimia; saiba o que causa essa sensação

Por: Redação
Ouça este conteúdo
Crédito: Raphael Brasileiro/PexelsOlho tremendo é sintoma de estresse? Descubra

Você já deve ter tido a incômoda sensação de seu olho tremendo, ou seja, um tremor nas pálpebras que, geralmente, afeta um dos lados por vez e costuma permanecer ao longo do dia. Mas o que origina esse sintoma?

Segundo a neurocirurgiã Tatiana Vilasboas, esses espasmos ou contrações involuntárias dos olhos, em grande parte dos casos, podem ser chamados de mioclonia ou mioquimia. Na verdade, a sensação pode ser unilateral ou bilateral e acometer apenas a pálpebra superior, somente a pálpebra inferior ou ambas.

Crédito: Anete Lusina/PexelsOlho tremendo é sintoma de estresse? Descubra

“Essa sensação é muito comum e normalmente acontece por causa do cansaço dos músculos do olho”, explica a médica, que atua no hospital San Gennaro. “Pode ter causa idiopática [sem causa conhecida] ou estar relacionada ao estresse”, esclarece.

No entanto, a especialista cita que, em casos mais raros, o problema pode ter ligação com distúrbios hidroeletrolícos (que afetam os níveis de certas substâncias em nosso corpo), hipovitaminose (deficiência de alguma vitamina), privação de sono ou consumo excessivo de café, álcool ou drogas. “Também podem ser secundários ao uso de algumas medicações, como as utilizadas para asma ou enfisema”, enumera a neurocirurgiã.

De acordo com o médico Paulo Cesar Trevisol Bittencourt, da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), a sensação causada pela mioclonia é a de um choque. Trata-se de “uma contração muscular brusca, involuntária e de brevíssima duração”, segundo ele. “Ela pode ser restrita a um grupo de fibras musculares, envolver todo o músculo ou um grupo deles.”

Prevenção e cura

A especialista indica que, no caso de ser um problema persistente, um médico deve ser consultado para que outras causas sejam afastadas.

Nos casos em que foram afastadas outras origens, segundo a médica, o conselho costuma ser aquele que já conhecemos de longa data. “Adotar hábitos de vida saudáveis, com uma alimentação rica em vitaminas e sais minerais e atividades físicas, pode ajudar no controle e na prevenção das mioclonias.”

Compartilhe: