Equilibre-se
Equilibre-se
Equilibre-se
logo

Equilibre-se

Terapia bioenergética busca equilíbrio entre mente e corpo

Conheça essa prática, advinda da psicanálise; ela é inspirada pela energia existente em cada indivíduo

Por: Redação
Ouça este conteúdo
Crédito: Gerd Altmann/PixabayTerapia bioenergética busca equilíbrio entre mente e corpo

Alternativa, a terapia bioenergética é usada por muitas pessoas para conquistar um equilíbrio maior entre mente e corpo e para desfazer bloqueios psicológicos. Segundo esse tipo de tratamento, a quantidade de energia que um indivíduo possui e como ele a usa determinam o modo como responde às situações da vida.

A Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde (BVSMS) explica, em uma de suas publicações disponíveis à população, que a análise bioenergética é fruto da psicanálise. Um dos “pais” da prática foi o médico Alexander Lowen.

Ele definiu a bioenergética como “uma maneira de entender a personalidade em termos do corpo e de seus processos energéticos que estão relacionados ao seu estado de vitalidade”. Assim, é considerada a produção de energia por meio da respiração e do metabolismo, assim como a descarga de energia por meio dos movimentos.

Crédito: Tú Anh/PixabayTerapia bioenergética busca equilíbrio entre mente e corpo

Conforme a teoria, qualquer mudança em nossa maneira de pensar, sentir e agir é condicionada a uma transformação no funcionamento corporal –ou seja, um repercute constantemente sobre o outro. Assim, a autorregulação é a base para a integração dos aspectos físicos, psíquicos, emocionais e sociais do ser humano.

Na prática

A aplicação da análise bioenergética se estendeu. Tudo começou com atendimentos individuais de psicoterapia. Porém, com o passar do tempo, ela ganhou versatilidade e não se restringiu mais aos consultórios. Hoje, abrange terapias em grupo e também influencia políticas públicas de saúde e educação, além de ser muito empregada em projetos sociais. Os exercícios podem ser feitos em casa ou em qualquer local onde o praticante se sinta seguro.

No atendimento, a pessoa conhece suas tensões, que serão liberadas por meio de movimentos. O princípio é de que todo músculo contraído de forma crônica está bloqueando algum movimento natural e, consequentemente, a vitalidade corporal.

Os procedimentos consistem em massagem, pressão controlada e toques suaves para relaxar essa musculatura. A respiração também é bastante trabalhada nas sessões. Recursos complementares, como danças, lutas e ioga, também podem ser adotados.

Crédito: Vadimguzhva/iStockIoga pode ser adotada na terapia bioenergética

Os especialistas garantem que os benefícios vão desde o alívio de dores físicas crônicas até o autoconhecimento, a melhora na aparência e a promoção da autoconfiança, favorecendo ainda a sexualidade.

PICs no SUS

A terapia bioenergética é uma das Práticas Integrativas e Complementares (PICs) oferecidas pelo SUS (Sistema Único de Saúde) de forma gratuita.

O Brasil é referência mundial na área de práticas integrativas e complementares, disponíveis no SUS desde 2006. Veja abaixo outros tratamentos assegurados pelo sistema público:

Apiterapia

Aromaterapia

Arteterapia

Ayurveda

– Biodança

– Constelação familiar

Cromoterapia

– Dança circular

– Geoterapia

– Hipnoterapia

– Homeopatia

– Imposição de mãos

– Medicina antroposófica / antroposofia aplicada à saúde

– Medicina tradicional chinesa (acupuntura)

Meditação

Musicoterapia

– Naturopatia

– Osteopatia

– Ozonioterapia

– Plantas medicinais (fitoterapia)

– Quiropraxia

– Reflexoterapia

– Reiki

– Shantala

– Terapia Comunitária Integrativa

– Terapia de florais

– Termalismo social / crenoterapia

Compartilhe:

Tags: #Saúde #SUS