Equilibre-se
Equilibre-se
Equilibre-se
Equilibre-se

Equilibre-se

Usar medicamentos corretamente é fundamental para a saúde

Metade dos pacientes no mundo não utiliza remédios de forma correta e cuidadosa, estima a OMS

Por: Redação
Ouça este conteúdo
Crédito: Gerd Altmann/PixabayUsar medicamentos corretamente é fundamental para a saúde

Além da febre da vitaminocultura, outros hábitos envolvendo pílulas, cápsulas, comprimidos e medicamentos em geral podem colocar nosso organismo em risco. O uso inadequado dessas substâncias pode causar sérios danos à saúde.

Para a OMS (Organização Mundial da Saúde), a utilização incorreta, descuidada ou irracional de remédios é um dos maiores problemas no mundo hoje. Segundo a entidade, mais da metade de todas essas drogas são prescritas, dispensadas ​​ou vendidas de maneira errada. Além disso, metade dos pacientes no mundo não as usa corretamente –o que afeta diretamente o equilíbrio de nosso corpo.

A OMS explica que o uso racional de medicamentos envolve pessoas que recebem medicamentos para condições clínicas em doses adequadas às suas necessidades individuais, por um período adequado e ao menor custo para si e para a comunidade.

Questão de saúde e de dinheiro

De acordo com o Ministério da Saúde, o problema é que muitos pacientes tomam remédios em exagero (“polifarmacia”) e, também, usam incorretamente os antimicrobianos, muitas vezes em dosagem inadequada, para infecções não bacterianas.

Há, ainda, casos de abuso de injeções quando as formulações orais seriam mais indicadas, prescrições médicas inapropriadas, automedicação indevida (e, muitas vezes, sem os medicamentos prescritos) e não observância à dosagem correta.

O ministério alerta que o uso excessivo, menor ou indevido de medicamentos resulta em riscos para a saúde, além de desperdício de recursos financeiros.

Crédito: Gordon Johnson/PixabayUsar medicamentos corretamente é fundamental

Para tentar resolver esse desequilíbrio, prejudicial tanto para o indivíduo quanto para a sociedade, até mesmo um comitê foi criado. O CNPURM (Comitê Nacional para a Promoção do Uso Racional de Medicamentos), formado por representantes de diversos órgãos e entidades do setor da saúde, surgiu em junho de 2007 e recriado em dezembro de 2019 com caráter consultivo e propositivo.

O objetivo do grupo é orientar e sugerir ações, estratégias e atividades para a promoção do uso racional de medicamentos, considerando a Política Nacional de Promoção da Saúde. Para isso, um plano de ação foi estabelecido no ano passado, contemplando quatro áreas: regulação, educação, informação e pesquisa.

Desde então, o comitê realizou ações como publicações informativas, organização de campanhas, congressos e cursos, participação em programas e reportagens na mídia e atuação em atividades sobre o tema.

Assim, os especialistas deixam claro que os medicamentos podem fazer bem ou mal à saúde. O que vai ocorrer também depende de você. Siga um médico de confiança e tome a quantidade correta do medicamento, da forma indicada e apenas pelo tempo prescrito. Automedicar-se, por exemplo, pode piorar seu quadro e desequilibrá-lo ainda mais.

Fonte: Ministério da Saúde

Compartilhe: