O Haiti precisou se redescobrir em todos os sentidos, após o terremoto que devastou a capital Porto Príncipe e outros pontos do país em janeiro de 2010.

Dois anos após a catástrofe, a estudante de Saúde Coletiva Mayana de Avila, esteve na capital e em outros lugares como a praia de Montrouis e a comuna de Carrefour para participar de um projeto. Nesta ocasião, ela fez registros fotográficos que revelam as dificuldades encontradas pela população que ainda tenta se reerguer do fatídico tremor.

As fotos captadas na viagem resultaram são expostas na mostra “Haiti: A Arte de Produzir Vida no Cotidiano”, em cartaz no Poupatempo Sé, entre 1º e 30 de agosto, com entrada Catraca Livre.

A exposição busca estabelecer uma aproximação com a cultura do país, de forma que dois anos após a tragédia, cerca de quatro mil haitianos vieram para o Brasil em busca de melhores condições humanitárias.

Haiti: A Arte de Produzir Vida no Cotidiano

01 Ago
e
30 Ago

  • de 1 a 30/08
    • Segundas, Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 07:00 às 19:00
    • Sábados das 07:00 às 13:00
    • Segundas, Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 07:00 às 19:00
    • Sábados das 07:00 às 13:00
    • Segundas, Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 07:00 às 19:00
    • Sábados das 07:00 às 13:00
    • Segundas, Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 07:00 às 19:00
    • Sábados das 07:00 às 13:00


01 Ago
a
30 Ago

  • de 1 a 30/08
    • Segundas, Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 07:00 às 19:00
    • Sábados das 07:00 às 13:00

Avenida Simão Bolívar - Jazz na Avenida
Avenida Simon Bolívar, s/n Armação Salvador - BA
Catraca Livre

01 Ago
e
30 Ago

  • de 1 a 30/08
    • Segundas, Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 07:00 às 19:00
    • Sábados das 07:00 às 13:00
    • Segundas, Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 07:00 às 19:00
    • Sábados das 07:00 às 13:00

Catraca Livre