Continua neste domingo, 4, a 3ª Mostra do Fomento à Dança - mostra de dança contemporânea que reúne projetos selecionados pelas três últimas edições do Programa de Fomento à Dança, na Galeria Olido.

Após a abertura,  às 20h, haverá uma breve discussão sobre os caminhos da dança contemporânea com dois artistas da área: Key Sawao, da key zetta e cia., e João Andreazzi, da Cia. Corpos Nômades; e a produtora Dora Leão.

Em seguida, ocupa o palco da Sala Paissandu o núcleo OMSTRAB com a coletânea de trabalhos Quase tudo, contemplado pela 6ª edição do Programa. Totalmente concentrada na Galeria Olido, espaço que se tornou referência por promover principalmente espetáculos e atividades ligadas à dança, a Mostra conta com projetos contemplados pelo 4º, 5º e 6º editais, oficinas e uma avaliação participativa mediada por Gabriela Lotta.

Aberta a todos os interessados, a atividade pretende, a partir de pesquisas e diálogos grupais, conferir os resultados alcançados pelo Programa Municipal de Fomento à Dança e criar propostas que contribuam para sua melhoria, desenvolvimento e compreensão.

Confira a programação dividida por dias:



Cia. Vitrola Quântica (às 20h)

Espetáculo: She’s Lost Control. Contemplado pela 5a. edição. Dir.: Julia Abs e Daniel Augusto. Intérpretes-criadoras: Aline Bonamin, Júlia Abs e Melissa Bamonte. 60 min. Livre.

Inspirado na música homônima da banda inglesa pós-punk Joy Division, o espetáculo mostra três mulheres, fora de controle, em uma casa noturna que nunca fecha.

Sala Paissandu. 136 lugares.

João Andreazzi e Cia. Corpos Nômades (às 21h)

Espetáculo: Hotel Lautréamont – Os bruscos buracos do silêncio. Contemplado pela 4ª e 6ª edições. Concepção, coreografia e dir.: João Andreazzi. Com Bruna Dias, João Andreazzi, Isabella Fanceschi e outros. 60 min. Classificação: 14 anos.

Inspirado na obra de Isidore Ducasse, que adotou o pseudônimo de Conde de Lautréamont para escrever Os cantos de Maldoror, entre 1868 e 1869, a coreografia faz uma exaltação à metamorfose dos corpos.

Sala Paissandu.

Stacattospciadança (às 17h)

Espetáculo: Sarau contemporâneo – Idéias & movimento. Contemplado pela 6ª edição. Dir.: Fernando Machado. Com Aline Proetti, Carina Nagibi, Maitê Molnar e outros. Interlocutor: Rodrigo Vilalba. 60 min. Classificação: 14 anos.

Com pesquisa e experimentação em torno dos textos de Jorge Luis Borges, o espetáculo é um caminho para a investigação sobre arte, sociologia, política, território e outras associações.

Sala de ensaio.

Núcleo eu et tu (às 20h)

Espetáculo: Desvio para o vermelho. Contemplado pela 5ª edição. Concepção: Carmen Gomide. Dir.: Rosa Hércoles. Intérpretes-criadores: Carmen Gomide e Aguinaldo Bueno. 60 min. Classificação: 14 anos.

A obra retrata os pequenos acontecimentos da vida cotidiana que passam despercebidos.

Sala Paissandu.

Cia. Sansacroma (às 19h)

Espetáculo: Solano em rascunhos. Contemplado pela 6ª edição. Concepção e dir.: Gal Martins. Coreografia: Gal Martins e elenco. Com Felipe Santana, Jean Valber, Leandro Evangelista e outros. Percussão ao vivo: Alan Bernadino. 50 min. Livre.

Baseada na vida e na obra do poeta negro Solano Trindade, a apresentação percorre sua terra e observa as amarguras e alegrias festeiras de seu povo.

Sala Paissandu.

Cia de teatro de dança Mariana Muniz (às 20h)

Espetáculo: Nucleares. Contemplado pela 5ª edição.

Concepção, coreografia e dir.: Mariana Muniz. Intérpretes-criadores: Bárbara Faustino, Danielli Mendes, Ronaldo Silva e outros. Participação especial: Mariana Muniz. 60 min. Classificação: 14 anos.

Coreografia inspirada no trabalho Núcleos, do artista plástico tropicalista Hélio Oiticica. O espetáculo aborda, por meio do movimento e da palavra, questões fundamentais da existência humana.

Sala Paissandu.

Núcleo Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira (às 20h)

Espetáculo: O animal mais forte do mundo. Contemplado pela 4º edição. Concepção e coreografia: Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira. Dir.: Fernando Faro. Com Ana Catarina Vieira, Ângelo Madureira, Ana Noronha e outros. 60 min. Classificação: 14 anos.

Segunda parte da trilogia O nome científico da formiga, o espetáculo enfoca questões sobre o lugar do forte e a força da sobrevivência.

Sala Paissandu.

Cia. Danças (às 20h)

Espetáculo: Adeus corpo gentil, morada do meu desejo. Contemplado pela 4ª edição. Dir.: Claudia de Souza. Com Anabel Andrés, Claudia de Souza, Cristiana de Souza e outros. 60 min. Classificação: 14 anos.

A coreografia busca uma atmosfera de energia criada a partir da somatória dos pensamentos e qualidades vibratórias dos intérpretes, gerando um ambiente mutante que convida o público a transitar por um estado de transformação.

Sala Paissandu.

J.Garcia & Cia. (às 20h)

Espetáculo: Cabeça de Orfeu. Contemplado pela 4ª e 6ª edições. Coreografia e dir.: Jorge Garcia. Intérpretes-criadores: Alexandre Magno, André Graça, Amanda Raimundo e outros. 65 min. Classificação: 18 anos.

Coreografias sobre sentimentos em comum vivenciados pelos que se deparam com situações-limites e com a própria morte.

Sala Paissandu.

Oficina de avaliação: 4ª, 5ª E 6ª edições do fomento à dança (às 16h)

Coord.: Gabriela Lotta.

A oficina, aberta a todos os interessados, tem o objetivo de avaliar os resultados obtidos nas três últimas edições, bem como tornar mais claros os objetivos, as propostas e as finalidades do projeto.

Salas Paissandu e de ensaio.

Oficina com Key Zetta e Cia (às 20h)

Oficina: Sós. Contemplada pela 5ª edição.

Dir.: Key Sawao e Ricardo Iazzetta. Intérpretes-criadores: Daniel Fagundes, Eliana de Santana, Key Sawao e Ricardo Iazzetta. 60 min. Classificação: 14 anos.

Encontro aberto sobre a criação do espetáculo Sós, que aborda o processo de escrita do dramaturgo Samuel Beckett, com a participação dos diretores, intérpretes-criadores e colaboradores.

Sala de ensaio (vermelha).

Cia. Fragmento de dança (às 20h)

Espetáculo: Beije minha alma. Contemplado pela 6ª edição. Coreografia e dir.: Vanessa Macedo. Com Danilo Firmo, Érica Tessarolo, Jéssica Moreto e outros. 60 min. Classificação: 14 anos.

Coreografia inspirada na vida e obra da artista britânica Tracey Emin, nos quatro dias em que tentou suicídio.

Sala Paissandu.

Cia. Borelli de dança (às 20h)

Espetáculo: Estado independente. Contemplado pela 4ª edição. Concepção, coreografia e dir.: Sandro Borelli. Com Elisângela Ferreira, Elizandro Carneiro, Roberto Alencar e outros. 60 min. Classificação: 16 anos.

Borelli criou um espetáculo assumidamente panfletário, com fortes doses teatrais, inspirado no legado político e poético do líder revolucionário Ernesto Che Guevara.

Sala Paissandu.

CIA. NOVA DANÇA 4
Espetáculo: O beijo. Contemplado pela 5ª edição. Concepção e dir.: Cristiane Paoli Quito. Com Alex Ratton Sanchez, Cristiano Karnas, Diogo Granato e outros. 75 min. +14 anos.
Segundo movimento da trilogia Influência, o espetáculo enfoca textos literários, como os de Edgar Allan Poe; teatrais, como os de Nelson Rodrigues; e cinematográficos, como o do filme De repente num domingo, de François Truffaut.
/ Sala Paissandu. Dia 17, 20h
NÚCLEO LUIS FERRON
Espetáculo: Sapatos brancos. Contemplado pela 4ª e 6ª edições. Concepção e dir.: Luis Ferron. Com Luis Ferron, Tony Siqueira, Zélia Oliveira e outros. 50 min. Livre.
A coreografia traz elementos que envolvem tradições carnavalescas paulistanas, suas escolas de samba e, especialmente, o ritual presente na dança entre Mestre Sala e Porta Bandeira.
/ Corredor da Galeria Olido. De 21 a 23, 19h
OFICINA:
OFICINAS COM ÂNGELO MADUREIRA E ANA CATARINA VIEIRA
Com início em outubro, o Núcleo Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira oferece, até janeiro de 2010, workshops de prática corporal e conversas, A casa do outro, para discutir temas pertinentes à dança, que têm como base espetáculos do grupo, promovendo a reunião de artistas, professores, alunos e pesquisadores.
/ Galeria Olido. Centro. Módulo: Processo inicial de pesquisa – Bases utilizadas. Sala café. Dia 22, das 19h às 22h. Módulo: Como manter uma companhia de dança, estratégias e dificuldades. Sala de pesquisa e acervo. Dia 27, das 19h às 21h. Grátis
----------------------------------------------------------
NÚCLEO DE IMPROVISAÇÃO – ZÉLIA MONTEIRO
Espetáculo: Por que tenho essa forma?. Contemplado pela 5ª edição. 50 min. Livre.
Dir.: Zélia Monteiro. Orientação dramatúrgica: Valéria Cano Bravi. Intérpretes-criadores: Donizeti Mazonas, Mel Bamonte, Rodrigo Eloi Leão e outros. 60 min. +14 anos.
Espetáculo trata do tempo e espaço por meio de formas que abordam o presente, o passado e o futuro; o início, o percurso e a chegada.
/ Sala Paissandu. Dia 22, 20h
CALEIDOS CIA. DE DANÇA
Pré-estréia do espetáculo: Coreológicas-ludos. Contemplado pela 6ª edição. Concepção, coreografia e dir.: Isabel Marques. Co-dir. e orientação dramatúrgica: Fábio Brazil. Com Luciana Nunes, Carolini Lucci, Renata Baima e Samanta Roque. 60 min. +14 anos.
Releitura dos espetáculos Coreológicas, realizados pela companhia nos últimos 13 anos, que propõem novos jogos de dança baseados em Rudolf Laban.
/ Sala Paissandu. Dia 23, 20h
PROJETO DR
Pré-estréia do espetáculo Ensaio. Contemplado pela 5ª edição. 60 min. +14 anos.
O espetáculo se aproxima do universo dos reality shows ao questionar as fronteiras entre realidade e encenação, arte e vida, mentira e verdade.
Concepção, dir. e interpretação: Laura Bruno, Mara Guerrero, Sheila Arêas e Tarina Quelho.
/ Sala Paissandu. Dia 24, 20h
OFICINA:
OFICINA COM LUIS FERRON
O diretor do espetáculo de samba Sapatos brancos ministra workshop de capacitação pedagógica.
/ Sala de ensaio. Dia 25, das 14h às 18h
----------------------------------------------------------------
P.U.L.T.S TEATRO COREOGRÁFICO
Estréia do espetáculo: Primeiros versos – Trilogia poética parte 2. Contemplado pela 6ª edição. Concepção, coreografia e dir.: Marcelo Bucoff. Com Clarissa Sacchelli, Jorge Lima, Natalia Yukie e Renata Aspesi. 60 min. +16 anos.
Por meio de um processo criativo que alia pesquisa de movimento e experimentação no campo das artes plásticas, poesia, videoarte, circo e música, o espetáculo percorre os ciclos da vida.
/ Sala Paissandu. Dia 25, 19h. Reapresentações fora da Mostra de Fomento à Dança: Dias 29 a 31, 20h. Dia 1º/11, 19h. Grátis

Cia. Nova Dança 4 (às 20h)

Espetáculo: O beijo. Contemplado pela 5ª edição. Concepção e dir.: Cristiane Paoli Quito. Com Alex Ratton Sanchez, Cristiano Karnas, Diogo Granato e outros. 75 min. Classificação: 14 anos.

Segundo movimento da trilogia Influência, o espetáculo enfoca textos literários, como os de Edgar Allan Poe; teatrais, como os de Nelson Rodrigues; e cinematográficos, como o do filme De repente num domingo, de François Truffaut.

Sala Paissandu.

Núcleo Luis Ferron (às 19h)

Espetáculo: Sapatos brancos. Contemplado pela 4ª e 6ª edições. Concepção e dir.: Luis Ferron. Com Luis Ferron, Tony Siqueira, Zélia Oliveira e outros. 50 min. Livre.

A coreografia traz elementos que envolvem tradições carnavalescas paulistanas, suas escolas de samba e, especialmente, o ritual presente na dança entre Mestre Sala e Porta Bandeira. Também acontece nos dias 22 e 23, no mesmo horário.

Corredor da Galeria Olido.

Oficinas com Ângelo Maduereira e Ana Catarina Vieira (das 19h às 22h)

Com início em outubro, o Núcleo Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira oferece, até janeiro de 2010, workshops de prática corporal e conversas, A casa do outro, para discutir temas pertinentes à dança, que têm como base espetáculos do grupo, promovendo a reunião de artistas, professores, alunos e pesquisadores.

Galeria Olido. Centro. Módulo: Processo inicial de pesquisa – Bases utilizadas. Sala café. Dia 22, das 19h às 22h. Módulo: Como manter uma companhia de dança, estratégias e dificuldades. Sala de pesquisa e acervo. Também no dia 27, das 19h às 21h.

Núcleo de Improvisação - Zélia Monteiro (às 20h)

Espetáculo: Por que tenho essa forma?. Contemplado pela 5ª edição. 50 min. Livre.

Dir.: Zélia Monteiro. Orientação dramatúrgica: Valéria Cano Bravi. Intérpretes-criadores: Donizeti Mazonas, Mel Bamonte, Rodrigo Eloi Leão e outros. 60 min. Classificação: 14 anos.

Espetáculo trata do tempo e espaço por meio de formas que abordam o presente, o passado e o futuro; o início, o percurso e a chegada.

Sala Paissandu.

Caleidos Cia. de dança (às 20h)

Pré-estreia do espetáculo: Coreológicas-ludos. Contemplado pela 6ª edição. Concepção, coreografia e dir.: Isabel Marques. Co-dir. e orientação dramatúrgica: Fábio Brazil. Com Luciana Nunes, Carolini Lucci, Renata Baima e Samanta Roque. 60 min. Classificação: 14 anos.

Releitura dos espetáculos Coreológicas, realizados pela companhia nos últimos 13 anos, que propõem novos jogos de dança baseados em Rudolf Laban.

Sala Paissandu.

Projeto DR (às 20h)

Pré-estréia do espetáculo Ensaio. Contemplado pela 5ª edição. 60 min. Classificação: 14 anos.

O espetáculo se aproxima do universo dos reality shows ao questionar as fronteiras entre realidade e encenação, arte e vida, mentira e verdade.

Concepção, dir. e interpretação: Laura Bruno, Mara Guerrero, Sheila Arêas e Tarina Quelho.

Sala Paissandu.

3ª Mostra do fomento à dança