O espetáculo, do grupo Dolores Boca Aberta Mecatrônica de Artes, tem a pretensiosa vontade de narrar a saga da aventura humana com um intenso movimento de inúmeros personagens reprodutores da vida. Esta festa é apresentada como o mergulho coletivo nas entranhas da sociedade do espetáculo.

Confira mais no blog do grupo.

A Saga do Menino Diamante– Uma Ópera Perifería