Tudo começou com um grupo de cinco artistas que estuda “Poética da Cidade” com Renata Pedrosa no Centro Cultural b_arco, em São Paulo, e culminou com a Exposição Barão 955, que reúne artistas que vão usar um galpão no centro de São Paulo para realizar uma exposição colaborativa, buscando uma relação da arte contemporânea com o ambiente urbano, levando em consideração a arquitetura do local e as características da região, muitas vezes subestimada pela população.

A ideia é levar um outro olhar para o galpão, mostrando novas possibilidades de utilização. O local tornou-se temporariamente um espaço alternativo para uma exposição de arte, uma vez que o circuito habitual de galerias e instituições culturais é, muitas vezes, de difícil acesso aos artistas.

De acordo com a curadora, a proposta era que os artistas estivessem livres para criar e desenvolver seus trabalhos, sem qualquer imposição de temas ou materiais. Nasceu assim a exposição Barão 955, um espaço para reflexão sobre a produção contemporânea brasileira. A mostra começa no próximo sábado, 26 de setembro, e termina no dia 24 de outubro.

O nome da exposição, Barão 955, faz alusão ao endereço onde estará montada: Alameda Barão de Limeira, 955. A entrada é gratuita e há um monitor no local para orientar o público sobre a natureza dos trabalhos.

Exposição Coletiva Barão 995