Ouvir o sotaque pernambucano de Evandro Camperom acompanhando harmoniosamente suas letras bem traçadas e suas melodias bem executadas é um prazer. Daqueles que você tem ao ouvir grandes nomes da música brasileira.

Camperom é algo como um operário da canção e fazendo disso sua labuta diária, ele trafega maduro e seguro entre a poesia, o frevo, o baião, o Recife e a Av. Paulista.

É sempre nítida a diferença qualitativa no som de quem, além de
apreciar, é um estudioso da música. Pois o recifense foi aluno de José Miguel Wisnik, Luis Tatit e Eduardo Seincman, além de estar na estrada e na noite paulistana há mais de uma década.

divulgaçãoCartaz do show

Créditos: Cartaz do show

Cartaz do show

Seu primeiro disco solo, Algazarra, é uma mistura rica de sonoridades. É lírico, áspero e belo. Como diria ele, “moderno porque arcaico, caudaloso e festivo como tudo que é divino, como tudo que é humano”. A música de Evandro é dessas para ser assobiada por aí.

Definitivamente, se você estiver em Sampa no dia 21/10, não deixe de conferir o show dele na Fnac da avenida Paulista, 901.

Algazarra em pocket show gratuito na Fnac