O Grande Auditório do MASP recebe, em 08 de setembro, o Duo Heloisa Petri & Tadeu Borges, de voz e piano. Uma parceria Art Invest e Museu de Arte de São Paulo, o projeto “Música no MASP” tem patrocínio da Kimberly-Clark Brasil e da Lorenzetti. Sempre às terças-feiras, 12h30, as apresentações têm entrada franca.

Duo Heloisa Petri & Tadeu Borges traz o programa “Serestas”, ciclo de canções para canto e piano escrito sobre versos de destacados poetas brasileiros. Uma homenagem aos 50 anos de morte do compositor Heitor Villa-Lobos, o programa pretende apresentar a síntese das manifestações folclóricas cantadas no país. Dentre as peças, destacam-se “Modinha”, de Manduca Piá (pseudônimo de Manoel Bandeira) e “Redondilha”, poesia de Dante Milano.

A soprano Heloisa Petri gravou diversos CDs, como Retratos de Radamés, com patrocínio da Petrobras e Na Trilha do Novo Mundo, com o Grupo Carmina, entre outros. Pertenceu ao Coral Paulistano até 2007. Atualmente, integra os grupos Barroco & Cia e Núcleo Hespérides – Música das Américas.  Tadeu Borges é formado em Música - Piano, sob a orientação do pianista professor Caio Pagano. Na ECA-USP, também foi aluno de Willy Corrêa de Oliveira, Klaus Dieter Wolf e Olivier Toni. Ministra aulas particulares, e em diversas escolas.

Programa

Músicas de Heitor Villa-Lobos
Serestas compostas entre 1925 - 1926

Álvaro Moreyra
Pobre Cega (poesia)

Manoel Bandeira
O Anjo da Guarda (poesia)

Olegário Mariano
Canção da Folha Morta (poesia)

Dante Milano
Saudades da Minha Vida (poesia)

Manoel Bandeira, codinome Manduca Piá
Modinha

Ronald de Carvalho
Na Paz do Outono (poesia)

Carlos Drumond de Andrade
Cantiga do Viúvo (poesia)

Ribeiro Couto
Canção do Carreiro ou Canção de um Crepúsculo Caricioso (poesia)

Ribeiro Couto
Abril (poesia)

Guilherme de Andrade e Almeida
Desejo (poesia)

Dante Milano
Redondilha (poesia)

Álvaro Moreyra
Realejo (poesia)
Serestas Compostas em 1943:

Abgar Renault
Voo

David Nasser
Serenata

Música no Masp