Libelo político e pessoal do diretor Egoyan, que utiliza como cenário o genocídio dos armênios que viviam no Império Otomano, ocorrido entre os anos 1914 e 1918. Na época, o governo turco, que realizava uma limpeza étnica, também ordenou a deportação de aproximadamente dois milhões de armênios para a Síria e a Mesopotâmia.

Ararat