Com texto de Marilia Toledo e direção de Kleber Montanheiro, a tragicomédia "Bem Aventurados os Anjos que Dormem" está em cartaz até o fim de novembro no Mini-teatro.

Em uma narrativa não cronológica, sete personagens em quatro épocas diferentes têm seus destinos ligados pela tentativa de trazer de volta à vida o cientista Stein, morto após um experimento que fugiu de seu controle.

Em 1913, Stein, um homem solitário e renomado cientista, procura uma fórmula para dar vida própria ao seu reflexo no espelho. A experiência é bem-sucedida, mas foge ao controle do cientista: o reflexo sai do espelho e domina a vida do homem, levando-o à morte.

divulgaçãoFoto do espetáculo

Créditos: Foto do espetáculo

Foto do espetáculo

A trajetória dos personagens vai ser pautada pela tentativa de trazer Stein de volta à vida.

O espetáculo teve origem no conto para adultos de Hans Christian Andersen chamado "A Sombra". A obra fala sobre um homem que começa a perceber que sua sombra está se destacando dele.

"Bem Aventurados os Anjos que Dormem" no Mini-teatro