A Fundação Hansen Bahia expõe de 22 de agosto a 25 de outubro, na Galeria D. Pedro II da CAIXA Cultural São Paulo (Sé), no centro da cidade, 73 obras recuperadas do artista que dá nome à instituição.

Com curadoria de Lêda Deborah, responsável pelo acervo desde 2003, a exposição “Hansen Bahia- Restauração do Acervo” traz à cidade 64 obras em suporte de papel e 09 matrizes de xilogravuras. As peças foram recuperadas entre dezembro de 2006 e dezembro de 2007, pelo projeto "Preservação da Obra de Hansen Bahia", selecionado pelo "Programa CAIXA de Adoção de Entidades Culturais”.

Alemão de nascimento, mas brasileiro por opção, Karl Heinz Hansen Bahia doou ainda em vida todo seu acervo à cidade de Cachoeira, no recôncavo baiano. A Fundação que leva seu nome foi instituída em 1976, dois anos antes de sua morte, e hoje é constituída de 13 mil itens, entre gravuras, fotografias, álbuns de recortes, livros, documentos, mobiliário e objetos de uso pessoal do artista. Há também uma biblioteca com cerca de mil títulos - incluindo dezenas de livros publicados ou ilustrados por Hansen Bahia. São mais de quatro mil obras em suporte de papel e 260 matrizes xilográficas.

Ps: No dia 24 de outubro de 2009, sábado, às 11h, a visita será guiada pela curadora.

Obras Restauradas de Hansen Bahia