divulgação

Créditos:

Projeto de exibição e discussão de filmes fora do circuito comercial entra em seu 10º ano de atividade

O ano de 2002 foi marcado pelo lançamento de um dos mais importantes filmes da história do cinema brasileiro recente. “Cidade de Deus” arrebatou o público e a crítica internacional, e recebeu, de forma inédita, quatro indicações nas principais categorias do Oscar: Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Edição e Melhor Fotografia.

Em outubro do mesmo ano - enquanto o filme iniciava sua bem sucedida história nas telonas -, o Centro Universitário FIEO (Unifieo), localizado em Osasco, Grande São Paulo, exibiu o longa-metragem em um de seus auditórios. "Apadrinhada" pelo diretor Fernando Meireles,  que participou de um bate-papo com o público após a sessão, nascia o Cine FIEO de Arte.

Idealizado pelo Reitor José Cassio Soares Hungria e coordenado pelo Prof. Dr. em Filosofia Ronaldo Arnoni, o projeto tem proposta de exibição e discussão de filmes de arte aberto não somente ao público interno da universidade, mas a toda comunidade ao redor.

Mais de 50 títulos do cinema mundial já foram exibidos, reunindo cerca de 22 mil pessoas nas dependências da universidade em debates com professores, especialistas e convidados especiais.“Estamos entrando no décimo ano do Cine FIEO com essa proposta de falar sobre cinema de arte e, no contexto da região da Grande São Paulo, vejo que temos um projeto bem sucedido”, comemora Arnoni.

Com o patrocínio do banco Bradesco,  de jornais locais como o Correio Paulista e, recentemente,  também com o apoio de outras empresas da região - que viabilizam o conforto para o público que acompanha as sessões mensais -, o projeto oferece pipoca, refrigerante e café, sorteio de brindes e estacionamento nas dependências do campus, tudo totalmente Catraca Livre.

Além de difundir o conhecimento a respeito do cinema não comercial, o Cine FIEO de Arte também cumpre função social dentro do cronograma da universidade. Para conferir as exibições mensais, é sugerido que o público doe um quilo de alimento não perecível ou artigo de higiene pessoal. “Já arrecadamos cerca de 7 toneladas de alimentos e artigos de higiene, direcionados para as instituições Amamos e Lar Jesus entre as Crianças, ambas localizadas em Osasco”, afirma Adriano Valentim, secretário da Reitoria.

divulgação

Créditos:

Estudantes e comunidade tem à disposição estacionamento no campus, pipoca, refrigerante e café em todas as exibições, tudo gratuitamente

Os títulos escolhidos para exibição e debate não se limitam apenas a uma escola ou movimento dentro da Sétima Arte. A Era de Ouro de Hollywood, a Nouvelle Vague francesa, o movimento Dogma 95 e o Neo-Realismo italiano são algumas das diferentes vertentes cinematográficas representadas por grandes filmes, nas sessões mais recentes do projeto. "Promover as exibições demanda planejamento, procuramos trazer pessoas com conhecimentos específicos ligados ao filme em questão, para que o público possa ter um bom retorno”, aponta Arnoni.

A próxima sessão do Cine FIEO de Arte, programada para sábado, 28, dá início ao ano 10 do projeto. O clássico “Othello”, dirigido por Orson Welles foi o escolhido para projeção e discussão. Ao final do filme, as professoras Elizabeth Aparecida Souza de Miranda, Lígia Razera Gallo e Erika Luiza Dantas Grechi, especialistas em literatura inglesa, participam de uma mesa redonda sobre a adaptação da peça de Shakespeare para o cinema.

Confira um trecho de Othello, produção de 1952:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=CPkBmoMfp1I[/youtube]

Cine FIEO de Arte

29 Out

  • Sáb 29/10
    • às 17:00
    • às 17:00
    • às 17:00
    • às 17:00

add Google Agenda

29 Out
Avenida Simão Bolívar - Jazz na Avenida
Avenida Simon Bolívar, s/n Armação Salvador - BA
add Google Agenda

29 Out

  • Sáb 29/10
    • às 17:00
    • às 17:00

add Google Agenda