Na sexta-feira, dia 17 de abril, às 12h, o SESC Carmo realiza o espetáculo de dança "Com-fluência", na Praça Poupatempo-Sé.

As bailarinas, Sonia Galvão, Betty Gervitz, Deborah Nefussi, Cíntia Toma Kawahara e Maria Inês Moane, acompanhadas da cantora Sonia Mindlin, representam as culturas indianas, espanholas e árabes. A proposta é fazer um paralelo com a confluência de dois ou mais rios, que se juntam para correrem num mesmo leito. O nome do espetáculo é uma busca da identificação de uma expressão corporal única.

Sônia Galvão abre a peça apresentando milenares danças clássicas indianas, como a Odissí, que focam a coreografia em detalhes das mãos, da percussão dos pés e o movimento dos olhos. A expressão corporal árabe, com seu movimento sinuoso e centrado no quadril, é encenada nas coreografias de Betty Gervitz, especializada em danças orientais.

Deborah Nefussi, artista de flamenco e diretora do grupo Raies, dispõe os ritmos hispânicos sob batidas de castanholas. Cíntia Toma Kawahara e Maria Inês Moane fazem o acompanhamento durante todo o espetáculo.

O motivo principal para a realização deste projeto foi o de levar ao público um olhar apurado sobre a dança, mostrando que é possível encontrar uma língua universal entre os povos, um código fonte que não é falado, mas sim sentido e expresso na forma de dança.

"Com-fluência"