Se você deseja conferir, até o dia 31 de janeiro de 2011, no Museu da Língua Portuguesa, a exposição “Fernando Pessoa, plural como o universo”, prepare-se. A mostra fica em cartaz até o dia 30 de janeiro, com entrada Catraca Livre, aos sábados. Essa será a primeira vez que o Museu da Língua Portuguesa vai abrigar uma exposição sobre um autor português. A curadoria fica a cargo de Carlos Felipe Moisés e Richard Zenith.

“Nosso propósito básico é levar Fernando Pessoa à vida do cidadão que não o conhece, e que, portanto, encontrará uma linguagem acessível, e àqueles que já estão familiarizados com seus versos, que terão a chance de descobrir aspectos e conceitos novos”, afirma Moisés.

Ambiente

Com projeto assinado pelo cenógrafo Hélio Eichbauer, a exposição terá como identidade visual o Mar – de Sagres e todos os outros – e os diferentes tons de azul da água e do céu, remetendo à época dos descobrimentos e das grandes conquistas de Portugal, inspirada no livro “Mensagem”.

No primeiro ambiente da sala de exposições temporárias do Museu, o visitante poderá entrar cinco em cabines, onde serão projetados trechos de poemas do próprio Fernando Pessoa e de seus heterônimos Alberto Caieiro, Ricardo Reis, Álvaro de Campos e Bernardo Soares.

Em seguida, entrará numa espécie de labirinto poético que mostrará de forma lúdica e encantadora trechos de poesias e imagens de Fernando Pessoa, como forma de retratar suas várias personas. E depois passará para um ambiente onde documentos fac-símile ampliados, manuscritos ou datilografados, relacionados à sua vida-obra estarão expostos dentro de vitrines.

Já no último espaço da exposição, o visitante poderá acompanhar a cronologia da vida-obra do poeta, por meio de imagens retiradas da recém-lançada fotobiografia produzida por Richard Zenith, um dos curadores.

Fernando Pessoa

24 Ago
e
30 Jan

  • de 24/08 a 30/01
    • Terças, Quartas, Quintas, Sextas, Sábados e Domingos das 10:00 às 17:00

R$ 6***
A entrada é gratuita aos sábados