Para os apreciadores de teatro a dica de hoje, dia 16, é conferir a festa de anúncio dos vencedores do  Prêmio Cooperativa Paulista de Teatro 2008 (Prêmio CPT 2008) que acontece às 21h, no Espaço Parlapatões com entrada Catraca Livre. O grupo Parlapatões, Patifes e Paspalhões conduzirá a festa de entrega do Prêmio. Além da apresentação e condução dos hilários Parlapatões, Patifes e Paspalhões! durante a festa de anúncio dos vencedores, as atrizes/cantoras Georgette Fadel e Bel Teixeira e o músico Lincoln Antônio darão uma canja com música dos espetáculos "Rainhas" e "Estela do Patrocínio".

divulgação

Créditos:

Georgette Fadel e Isabel Teixeira, de Rainha(s) concorrem na categoria de melhor elenco na primeira edição do Prêmio CPT

Durante o ano de 2008, o corpo de jurados da primeira edição do Prêmio Cooperativa Paulista de Teatro – formado por Antônio Rogério Toscano, Kil Abreu e Gabriel Guimard – avaliou a cena teatral paulista por um ângulo que se pretende original aos demais prêmios da área.

Um dos diferenciais da premiação está ligado às categorias envolvidas. Um exemplo é a categoria “Elenco”, que privilegia o trabalho coletivo, em vez do destaque personalista que em geral é atribuído às premiações individuais. O mesmo ocorre em “Dramaturgia”, que abre o precedente para a valorização dos textos dramatúrgicos elaborados em processos colaborativos, e não apenas aos trabalhos de gabinete.

Outras categorias importantes – dentre as 13 que compõem o prêmio – são as que destacam a “Ocupação de Espaço” e os “Trabalhos apresentados em salas não-convencionais”, olhares que dão vazão às intervenções culturais dos grupos teatrais dentro da cidade e às experimentações cênicas dessas companhias.

Muito embora o espectro de grupos teatrais ligados à Cooperativa Paulista de Teatro seja expressivo [a agremiação conta com mais de 4.000 cooperados e 1.100 núcleos artísticos associados], o prêmio foi aberto e avaliou produções de todas as origens, não se restringindo a seus sócios.

Entretanto, a filosofia da entidade esteve presente na organização do formato do prêmio, uma vez que as categorias e a composição da comissão julgadora foram definidas por votações, após debates e reuniões abertas e democráticas – dentro dos conselhos de cooperados – iniciadas em 2007.

O design do prêmio foi elaborado pela cenógrafa e diretora de arte Luciana Bueno, vinculada à OISTAT - Organização Internacional dos Cenógrafos, Técnicos e Arquitetos Teatrais.

Confira a lista dos indicados

Categorias:

Elenco
A Noite dos Palhaços Mudos (Grupo La Mínima)
Hospital da Gente (Grupo Clariô de Teatro)
Rainhas (Georgette Fadel e Isabel Teixeira)

Direção
Arrufos (Luiz Fernando Marques, do Grupo XIX de Teatro)
Cindy Hip-Hop (Roberta Estrela D´Alva, do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos)
Foi Carmen (Antunes Filho, do Centro de Pesquisa Teatral)

Dramaturgia
A Brava (Fábio Resende e Brava Cia)
Cindy Hip-Hop (Claudia Schapira, do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos)
O Conto do Reino Distante (Simoni Boer, do Grupo Faz e Conta)

Projeto visual
Arrufos (Renato Bolelli Rebouças, do Grupo XIX de Teatro)
As Aventuras de Bambolina (Sidnei Caria, da Pia Fraus)
Orlando Furioso (André Cortez, do Grupo Sobrevento)

Projeto sonoro
A Brava (Fábio Resende, da Brava Cia de Teatro)
Projeto 5x4 (Núcleo Bartolomeu de Depoimentos)
Sapecado (Kleber Albuquerque e Tata Fernandes, da Banda Mirim)

Ocupação de espaço
Brava Cia, pela ocupação do Sacolão das Artes, noParque Santo Antônio, na Zona Sul
Cia. Estável, pela ocupação teatral do abrigo de moradores de rua Arsenal da Esperança
Grupo Clariô, pela ocupação e criação do Espaço Clariô, em Taboão da Serra

Trabalho apresentado em rua

A Brava (da Brava Companhia)
O Pavão Misterioso (da Cia. Forrobodó, de São José do Rio Preto)
Trottoir (da Confraria da Criação)

Grupo ou companhia revelação

Brava Companhia
Grupo Clariô
Grupo Jovem do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos (Atores de Cindy Hip Hop)

Trabalho para plateia infanto-juvenil

As Aventuras de Bambolina (da Pia Fraus)
Buuu... A Casa do Bichão (de Cristiane Paoli-Quito e As Meninas do Conto)
Sapecado (da Banda Mirim)

Publicação dedicada ao universo do teatro
Não houve indicações nesta categoria.

Trabalho em sala convencional
A noite dos palhaços mudos (do grupo La Mínima)
Foi Carmen (de Antunes Filho, Grupo Macunaíma e CPT)
O Quarto (do Club Noir)

Trabalho apresentado em sala não-convencional
Arrufos (do Grupo XIX de Teatro)
Hospital da Gente (do Grupo Clariô)
Vento Forte Para Papagaio Subir (do Teatro Oficina Uzyna Uzona)

Trabalho apresentado no interior e litoral paulista*
As Patacoadas de Cornélio Pires (do Grupo Andaime de Piracicaba)
Hospital da Gente (do Grupo Clariô, de Taboão da Serra)
O Pavão Misterioso (da Cia Forrobodó, de São José do Rio Preto)

* As indicações desta categoria têm uma dimensão simbólica e existem com a finalidade de destacar e jogar luz sobre trabalhos considerados importantes, produzidos fora da capital; por razões objetivas, não houve condições concretas para o julgamento criterioso de toda a vasta produção do interior e do litoral pelo corpo de jurados desta primeira edição do prêmio.

Prêmio CPT 2008

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.