A Companhia São Jorge de Variedades apresenta domingo, dia 22, às 15h, o espetáculo O Santo Guerreiro e o Herói Desajustado em uma das rampas de acesso ao Minhocão.  A peça foi contemplada pela 12ª Edição do Programa Municipal de Fomento ao Teatro. Direção: Rogério Tarifa Sinopse: "Uma companhia de teatro, caminhando há séculos em busca do mar, chega à metrópole. É neste imenso oceano de concreto e gente que ela vem apresentar a história de Dom Quixote e de São Jorge Guerreiro". É um espetáculo que faz homenagem à cidade de São Paulo.

divulgação

Créditos:

O Santo Guerreiro e o Herói Desajustado

A história

Uma companhia de teatro, caminhando há século em busca do mar, chega à metrópole. É neste imenso “oceano” que ela vem apresentar a história de Dom Quixote e de São Jorge Guerreiro. O honrado fidalgo Quixote, em sua luta individual e solitária, enxerga na grande cidade a imagem da sua amada Dulcinéia. Seus nobres ideais entram em conflito com as regras e leis que regem a metrópole; Quixote e Sancho Pança, então, acabam vendo-se perdidos, inadaptáveis à contemporaneidade. São Jorge, o santo popular, vem resgatá-lo e revelar a importância da coletividade que ainda pulsa na cidade. O roteiro se desenvolve como num desfile de escola de samba, com carros alegóricos em forma de barco, diferentes alas e samba-enredo.

O Santo Guerreiro e o Herói Desajustado