Arte, consciência ecológica e responsabilidade social. Estes três elementos, adicionados ao talento de adolescentes de Petrópolis, Rio de Janeiro, resultam na exposição “Filhos da Terra”. Com curadoria de Maristela Barenco, a mostra apresenta 48 quadros e objetos artísticos, como mandalas e santos, ecologicamente criados por adolescentes que fazem parte da Filhos da Terra, ONG vinculada ao Centro de Defesa dos Direitos Humanos de Petrópolis. A proposta do trabalho é produzir arte a partir dos elementos da natureza sem a utilização de qualquer material industrializado. As molduras, por exemplo, são feitas em bambu.
O Grupo ministra ainda Oficinas de Sensibilização dos Cartões Ecológicos, como forma de sensibilizar para a Educação Ambiental e para o aprendizado desta arte. As oficinas são ministradas em vários municípios e instituições. Alguns desses jovens participam de espetáculos teatrais, que também são disponibilizados.

Filhos da Terra