Ladodalua e Max de Castro fazem única apresentação no dia 27/05 (quarta-feira), às 20 horas, no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso. O show faz parte do projeto Quartas Musicais, que conta com a presença de renomados artistas da música contemporânea brasileira ao lado de jovens revelações, sempre às quartas-feiras.

Histórico das bandas

Em mais de dez anos de carreira, o currículo do percussionista Dalua já contou com grandes nomes da música popular brasileira, como Lenine, Maria Rita, Jair Rodrigues e Arnaldo Antunes. Agora, o músico utiliza toda essa bagagem no seu primeiro trabalho independente com o lançamento da banda  Ladodalua.

O primeiro álbum do grupo, intitulado Capoeira Street, é um reflexo da trajetória do músico e de sua influência na capoeira, esporte que lhe proporcionou o primeiro contato com a percussão, aos seis anos de idade.
Em agosto do ano passado, o grupo se apresentou no programa Radiola (TV Cultura), onde apresentou as canções Baião e Onde tem Tambor e concedeu uma entrevista ao apresentador João Marcelo Bôscoli.

Multi-instrumentalista, cantor, compositor e produtor, Max de Castro mostrou, em 2000, todas essas habilidades de uma vez só. O álbum Samba Raro, foi composto, arranjado, tocado e produzido pelo músico. Com o disco ele ganhou o prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) como revelação, em 2000. O cantor também foi convidado por Lobão para produzir a faixa Decadence avec elegance.

Em 2006, o músico lança Balanço das Horas, seu último álbum e, a partir de 2008, passou a se dedicar à direção e concepção de shows especiais como As curvas da estrada de Santos, uma viagem pela obra de Roberto Carlos, e Os Afrosambas, um tributo ao genial álbum de Baden Powell e Vinícius de Moraes.

Ladodalua e Max de Castro