Associação apresenta documentário sobre trajetória de 10 anos de promoção à inclusão social.

O produtor de vídeo, Paulo Santiago, a psicóloga, Gisele Porto e mais quinze adolescentes de baixa renda iniciaram, em abril de 1999, um dos mais fascinantes projetos de uso da mídia no Brasil, o programa Novolhar.

Entre os trabalhos desenvolvidos, está a capacitação de jovens para a produção de conteúdos audiovisuais. No documentário de curta-metragem “Do outro lado da notícia”, dirigido por Diogo Martins, essa história é narrada por quem a protagonizou.

O filme será exibido em única sessão no Cine Bombril, no dia 30 de maio, às 10 horas. Na ocasião, Paulo Santiago comenta sobre a produção do documentário e também fala sobre o Novolhar em um rápido bate-papo que acontece antes da exibição.

Sobre a Associação Novolhar

OSCIP fundada em 1998, a Associação Novolhar atende hoje 700 crianças e adolescentes, suas famílias e as comunidades, na região central e na periferia de São Paulo, contando com 35 profissionais contratados e 12 voluntários. Atualmente, a organização desenvolve 10 projetos em 3 diferentes programas.

Do outro lado da notícia