Parte da programação da 22ª Bienal do Livro de São Paulo, a série “Escritores da Periferia” recebe nesta quinta-feira dois dos mais representativos porta-vozes do atual cenário da literatura “marginal”, com os autores Paulo Lins e Ferréz. O encontro será realizado às 14h, no Pavilhão de Exposições do Anhembi.

No bate-papo, os autores comentarão sobre a trajetória de suas respectivas carreiras, analisando o processo criativo dos livros “Desde que o samba é samba” e “Deus Foi Almoçar”, recentemente lançados. A discussão também analisará o atual panorama da literatura periférica no Brasil, diante da propícia cena que se fortalece, em meio a saraus, coletivos urbanos e outras ações culturais.

Paulo Lins

Mergulhado no universo literário desde a década de 80, o autor deu seu primeiro passo como escritor através da poesia, quando publicou o livro “Sobre o sol”, lançado em 1986. Ex-morador da Cidade de Deus, Zona Oeste da periferia do Rio de Janeiro, foi lá que vivenciou o violento contexto do bairro para a concepção do livro “Cidade de Deus”, publicado em 1997 – obra que se tornaria inspiração para o filme dirigido por Fernando Meireles, lançado em 2002, e indicado a quatro categorias no Oscar de 2004.

Ferréz

Híbrido de Virgulino Ferreira (Ferre) e Zumbi dos Palmares (Z), Reginaldo Ferreira da Silva é um romancista, contista e poeta – desde os 12 anos. Em 2000, o autor conquistou o reconhecimento do público e da crítica com o lançamento do livro “Capão Pecado”, inspirado no cotidiano violento do Capão Redondo, Zona Sul da periferia de São Paulo, onde vive o escritor.

Escritores da Periferia

16 Ago
Avenida Simão Bolívar - Jazz na Avenida
Avenida Simon Bolívar, s/n Armação Salvador - BA
Catraca Livre
add Google Agenda

16 Ago

  • Qui 16/08
    • às 14:00
    • às 14:00

Catraca Livre
add Google Agenda