De 10 a 13 de setembro acontece a 14ª edição da Primavera dos Livros, uma realização da Libre-Liga Brasileira de Editoras. Aproximadamente 7 mil títulos estarão mais acessíveis ao público que visitar a feira. Os descontos vão de 10% a 40%, em mais de cinquenta editoras que farão parte da feira.

O tema do evento em São Paulo, em 2009, são As Diferentes formas de ler o mundo -a literatura em todos os seus gêneros.

O evento traz programação cultural para adultos e crianças, que inclui mesas-redondas, oficinas e lançamentos. A programação destinada às crianças inclui contação de histórias, desenho, confecção de brinquedos de papel. A Companhia Conto em Cantos realizará atividades relacionadas a obras de editoras presentes na feira.

Na programação adulta, debates com profissionais como Caco Galhardo, Marcelo Tas e Xico Sá serão atividades de muitas escolas nesta sexta-feira

Saraus, debates, oficinas e palestras, bem como o lançamento de obras das editoras associadas. Um dos objetivos principais do evento é conscientizar o público-leitor sobre a importância e o prazer da leitura, além de apresentar ao mercado, alternativas de inclusão e acessibilidade de públicos especiais.

Confira a lista de bibliotecas comunitárias e projetos que apóiam livros na cidade de São Paulo

Ônibus-Bicicloteca- O projeto conta com quatro veículos e atende em 28 diferentes pontos da cidade, cada dia em um lugar diferente. Desde fevereiro desse ano, o projeto ganhou formato e atingiu seu ápice. Em alguns pontos, “ônibus-bibliotecas” recebem mais de mil pessoas por dia. A média mensal de visitantes é de 15.000 e o número de empréstimo chega a 30 mil ao mês.
NoJardim Ângela, por exemplo, recebe a biblioteca itinerante toda segunda-feira. Os ônibus ficam das 10 da manhã, às 15 horas.

O número de livros comprados para a Biblioteca-Ônibus é o dobro da quantidade comprada para as redes de bibliotecas, pois a rotatividade é muito grande.

Em comparação aos dados e pesquisas realizadas nas bibliotecas da cidade, o livro da Biblioteca-Ônibus tem o menor índice de rasuras e maus tratos; Outra constatação apontada pela Secretaria Municipal de Cultura é que o ônibus é o único equipamento público que não sofreu pichação ou qualquer tipo de degradação.

Chuva de Livros- Acontece na Coperifa, na periferia da Zona Sul, de São Paulo, durante o Sarau do Coletivo. A cada edição são doados mais de 500 livros novos para os freqüentadores. O evento é anual.
Sarau na Brasa- Acontece num boteco, na zona noroeste de São Paulo, na Brasilândia. Organizado pelo coletivo Poesia na Brasa . No lugar, livros são expostos para serem retirados sem nenhuma burocracia e serem devolvidos no próximo sarau.

Bicicloteca:  No Meio do Caminho Tinha um Livro- Idealizado pelo poeta Robson Padial, do Sarau do Binho, no Campo Limpo, Zona Sul da cidade, duas bicicletas transformadas em bibliotecas itinerantes percorrem 3 km do bairro, fixando em dois pontos de ônibus.  Mais de setecentos livros já foram emprestados, ao menos quarenta por dia.  Os pontos fixos das biciclotecas são nos pontos de ônibus da Avenida Carlos Lacerda n° 678 e  da Estrada do Campo Limpo n° 1.600

Feira de Troca de Livros e Gibis- A sexta edição da feira acontece no dia 13 de setembro, no Parque da Luz, região Central. Iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura. Na última edição realizada no Parque do Piqueri ocorreram 2007 trocas. A feira, quando realizada no Parque do Ibirapuera registrou 2534 trocas. Para participar, a única recomendação é que os livros não sejam didáticos e que estejam em bom estado. Para os gibis não há restrição, serão bem-vindos exemplares de qualquer época. Das dez da manhã às 15 horas.

Biblioteca Comunitária Ler É Preciso- Atua em diversos estados do Brasil. Na cidade de São Paulo está localizada na Cooperativa de Materiais Recicláveis (Coopermare), localizada em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo.

Biblioteca Comunitária de Heliópolis- Encontra-se em processo de evolução. Recebeu a doação de um programa de cadastramento de livros da faculdade Belas Artes.

Biblioteca Comunitária Inclusiva- Biblioteca totalmente adaptada para deficientes físicos do Jardim Ângela, Zona Sul, de São Paulo. A biblioteca possui um jardim sensitivo, com plantas aromatizadas, para que os deficientes se orientem através do cheiro e curso de cultura em braile. A Biblioteca fica localizada na Associação Paranapanema.

Biblioteca Comunitária Ler é Preciso no presídio de Bauru- No dia 11 de setembro, o Instituto Ecofuturo, em parceria com a Fundação de Amparo ao Preso, Funap, inaugura a Biblioteca Comunitária Ler é Preciso Nelson Mandela, na Penitenciária Dr. Eduardo de Oliveira Viana, conhecida como PII de Bauru.  Ela atenderá presos do regime semiaberto e funcionários da instituição. A coordenação técnica é do doutor em Lingüística Luiz Percival Leme Britto.

O acervo de 1.300 livros novos, que inclui coleções de arte, música e literatura doadas pela Folha de São Paulo, foi criteriosamente selecionado para que os presos e os funcionários possam ampliar seus horizontes intelectuais, sociais e profissionais, Conta, ainda, com equipamento de micro-informática e software de gerenciamento de acervo.

Primavera dos Livros