Nesta, terça-feira, 25, às 18h, a Casa das Rosas realiza um sarau  de poesia no Espaço Cultural da Estação da Santa Cecília do Metrô. O projeto, em parceria com o Metrô, pretende fazer com que a cada última terça-feira do mês, poetas se apresentem em um sarau aberto ao público. Em todos os encontros participarão os artistas Frederico Barbosa e Rui Mascarenhas.

O primeiro a ser homenageado será o Sarau da Cooperifa, que acontece toda quarta-feira, no Jardim São Luís, zona sul de São Paulo. Quem comanda o projeto é o poeta Sérgio Vaz.

Sobre

Sérgio Vaz, poeta, agitador cultural, criou o Sarau da Cooperifa em 2000 com o objetivo de envolver artistas da periferia em atividades como exposições de fotografia e performances teatrais em lugares que, segundo ele, são os verdadeiros centros culturais da periferia: as praças, os bares e galpões.

Ao final de 2002, iniciou com os Saraus da Cooperifa numa fábrica abandonada em Taboão da Serra, município de São Paulo. Hoje, o sarau acontece no bar de José Cláudio Rosa (o Zé Batidão), em Piraporinha e reúne, todas as quartas feiras, uma multidão em torno da poesia. Autor dos livros Colecionador de pedras (Global editora) e Cooperifa, antropofagia periféria (Ed. Aeroplano); escreve no Blog. Veja mais

Sarau no Metrô Santa Cecília