divulgaçãoZal

Créditos: Zal

Zal Idrissa Sissokho

O Centro Cultural São Paulo recebe no próximo dia 17 uma edição especial do projeto Pílulas de Cultura Feira Preta. Com uma proposta colaborativa, a Pílula de Cultura Feira Preta realiza uma edição dedicada ao mês de Zumbi dos Palmares.

Com o tema "Viva Zumbi, Zumbi Vive", a miscelânea de diferentes vertentes artísticas proporciona o intercâmbio e a reflexão sobre a cultura negra hoje.

A atração no Centro Cultural São Paulo fica  por conta da apresentação especial de Zal Isidra Sissokho (músico senegalês), com intervenções artísticas, show de abertura, Jam Session de Percussão: Zé Benedito e conviadados, Intervenção de Artes Plásticas com Guilherme Scabim, Discotecagem DJ MF e Performances de Dança com Vanessa Soares.

O encerramento do evento acontece com a apresentação internacional do africano, que faz parte da linhagem dos Sissokho, homens que desde o inicio dos tempos transmitem a história do povo Mandinga de geração a geração.

Zal toca Kora, denominado harpa africana com 21 cordas. Aprendeu a tocar esse instrumento junto com seu pai, que, também o aprendeu com seu pai. A Kora é um instrumento milenar que se aprende de pai para filho desde sempre. Zal nasceu no Senegal e mora em Quebec desde 1999, trabalhou com muitos artistas tais como, Takadja, Les Frères Diouf, Richard Séguin, Lilison, IKS, Hart Rouge, Musa Dieng Kala, Muna Mingolé e Alpha Yaya Diallo. Em Dezembro 2005 e Agosto 2007, trabalhou em Las Vegas para o espetáculo "O" do Circo do Soleil.

Zal Voz e Kora