divulgação

Créditos:

Projeto Tripé

Tripé Paisagem é o tema da primeira edição do ano, que começou em março e contará ainda com mais três edições em 2009.  O SESC Pompeia apresenta mais uma edição do projeto Tripé, idealizado pelo Núcleo de Artes Visuais e Multimeios  do SESC Pompeia, que tem o objetivo de incentivar a produção de novos artistas visuais. O público pode visitar a exposição de terça a sábado, das 10h às 20h e aos domingos e feriados, das 10h às 17h.

A primeira edição do ano, que tem como temática a Paisagem, apresenta obras dos artistas Angella Conte, Pedro Varela e Pedro Hurpia, no Hall do Teatro da Unidade.

A paulista Angella Conte traz várias séries de obras, e todas têm em comum o procedimento de criação que inicia no registro visual e na conservação imaginária de lugares para depois realizar em suas fotos e objetos a expressão deste registro. Viagens ao redor do mundo fazem parte de sua obra, mostrando paisagens por vezes solitárias, outras vezes povoadas por gente que se mistura a ela.

Já Pedro Varela, com a série “Paisagem Flutuante”, apresenta imagens de lugares fabulosos e utópicos. O artista se remete às cidades fazendo uso de elementos da arquitetura real de muitos lugares, em um corpo de trabalho desenvolvido basicamente em desenho. As imagens criam uma sensação de déjà vu em que o "visitante" da cidade pensa já ter visto determinado prédio ou lugar, mas não consegue chegar à referência inicial de forma exata.

E o terceiro artista convidado, Pedro Hurpia, ao contrário, retrata lugares a partir do movimento de circulação de pessoas, em tempos de uma sociedade que controla tudo. Com referência clara às imagens de câmeras de monitoramento de segurança, é o congelamento em pintura da ação videográfica e o limite entre o que é público e privado na paisagem que está em discussão na sua série “Sob Vigilância”. Nesta instalação, o público observa os traçados e a memória dos ambientes representados em pinturas na parede.

Também no dia 11, às 20h, acontece o Lançamento do Catálogo Tripé 2008, uma compilação das obras apresentadas nas exposições ocorridas em 2008. Os artistas participantes são: Adriana Aranha, Ana Paula Lobo, Bárbara Rodrigues, Flamínio Jallageas, Flavia Stella Sammarone, Marcelo Gandhi, Patrícia Gerber, Paula Garcia, Rafaela Jemmene, Rosa Esteves, Taís Ribeiro, Wilton Garcia. E os textos das pessoas convidadas para os bate-papos são de: Lucas Bambozzi, Marcio Harum, Neide Jallageas, Ricardo Resende, Sidney Philocreon.

Sobre os artistas

Angella Conte

É psicóloga, natural do interior de São Paulo e tem residência artística no Leitrim Sculpture Centre, na Irlanda e também em Cevalor-Borba, Portugal. Já expôs no 15º Salão da Bahia (MAM-Salvador), 33º SARP-MARP-Museu de Arte de Ribeirão Preto-SP, Mostra da Coleção Costi Martin-Museu Municipal de Uberlândia –SP, 12º Salão Paulista de Arte Contemporânea, XIV Bienal Internacional de V.N.Cerveira-Portugal/Espanha e também na Irlanda.

Pedro Varella

Nasceu em Niterói (RJ) e vive e trabalha em Veracruz, no México e no Rio de Janeiro. É formado em Gravura pela escola de Belas Artes da UFRJ e também fez cursos na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, entre 2001 e 2005. Já mostrou seu trabalho no Chile, no SESC de Petrópolis, Teresópolis e Friburgo, no Rio de Janeiro e em Londres.

Pedro Hurpia

Graduou-se em Artes Plásticas pela Unicamp em 2001. Durante a graduação foi membro do Centro de Pesquisa em Gravura. Participou do programa Exposições do MARP (Ribeirão Preto), e do 14 salão de Arte Contemporânea de Campinas, em 2007, e do Kundsthaus Tacheles Berlin, em 2002, entre outras coletivas e individuais.

Projeto Tripé