Skate não é só para meninos. E se você ainda duvida, não perca a quarta edição do maior campeonato nacional da modalidade, no “Skate Para Meninas – Street Show”, que acontece nos dias 26 e 27 de novembro, no Clube Escola Lapa, com entrada Catraca Livre. A disputa reúne as melhores atletas do Brasil e convidadas internacionais em uma celebração à figura da mulher no esporte.

A competição, que consolida a força feminina no cenário nacional, revela a atual posição da modalidade por aqui como uma das melhores do mundo. Segundo pesquisa Datafolha de 2010, aproximadamente 10% dos praticantes de skate no país são mulheres, ou seja, mais de 386 mil praticantes.

A edição deste ano  contará com participações de peso. Destaque para as presenças da argentina Eugenia Ginepro e da norte-americana Alexis Sablone, considerada atualmente uma das melhores atletas do mundo na categoria street.  Quem também tem lugar garantido na festa é a campeã mundial de skate feminino, Letícia Bufoni, líder do ranking internacional pelo segundo ano consecutivo, e ícone do movimento mundo afora.

Além da competição, várias novidades prometem tornar o evento ainda mais especial. Uma delas será a “Oficina de Skate”, onde os participantes aprendem os primeiros passos na pista com o apoio de skatistas profissionais. Outro destaque da programação será a apresentação do quarteto Dominatrix, seminal banda do cenário hardcore dos anos 90, que se apresenta no domingo, às 18h.

 

Hardcore feminista e nacional

Nos anos 90, uma geração surgiu após a contracultura punk, que reinventou o cenário musical brasileiro. Com batidas rápidas e melódicas, o hardcore ganhou espaço na cena musical independente e com ele nasceram novos grupos. Street Bulldogs, Personal Choice, Garage Fuzz e Dead Fish são alguns dos nomes que se destacaram durante o período em que o estilo se desenvolvia. Há 16 anos, as irmãs Isabella e Elisa Gargiulo decidiram fazer do feminismo a bandeira da banda considerada a precursora do movimento Riot Grrrl no Brasil: o Dominatrix.

O primeiro registro, "Girl Gathering", foi lançado em 1997 pelo selo Teenage in a Box. Antes, o grupo já tinha lançado demos como “Pink Hair Rules” e “Little Girls”. Nos anos seguintes, mais dois álbuns foram feitos: "Self Delight" (1998) e "Beauville" (2003). Nesse meio tempo, parcerias com as bandas Street Bulldogs e Dance of Days renderam splits.

O Dominatrix já realizou shows em outros países como Alemanha, Holanda e EUA. No Brasil, além de apresentações durante eventos como a Verdurada e a festa de comemoração dos 10 anos de banda, realizada no Hangar 110. A banda tocou no festival feminista “Lady Fest”, em Amsterdam, e trouxe o mesmo para o país.

Recentemente, lançaram o EP “Quem defende pra calar” que pode ser baixado aqui.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=u8FlR1Izk84[/youtube]

Skate Para Meninas

26 Nov
e
27 Nov

  • Sáb 26/11
    • das 09:00 às 18:00
    • das 09:00 às 18:00
    • das 09:00 às 18:00
    • das 09:00 às 18:00
  • Dom 27/11
    • das 09:00 às 18:00
    • das 09:00 às 18:00
    • das 09:00 às 18:00
    • das 09:00 às 18:00

Catraca Livre
add Google Agenda

26 Nov
e
27 Nov

  • Sáb 26/11
    • das 09:00 às 18:00
  • Dom 27/11
    • das 09:00 às 18:00

Avenida Simão Bolívar - Jazz na Avenida
Avenida Simon Bolívar, s/n Armação Salvador - BA
Catraca Livre
add Google Agenda

26 Nov
e
27 Nov

  • Sáb 26/11
    • das 09:00 às 18:00
    • das 09:00 às 18:00
  • Dom 27/11
    • das 09:00 às 18:00
    • das 09:00 às 18:00

Catraca Livre
add Google Agenda